Ohh querida, o que tem demais em um cachorro quente?
Se for pensar, nada demais, mas no cafofo do Manga com Pimenta acabou sendo especial :)
Então, mande um e-mail para o marido e fale “amor, faz para mim?”

Cachorro Quente a moda do Cliente Vip

Bem, nada complicado na sua preparação, duvido que nenhum marido fez um cachorro quente na vida, principalmente na hora que apertou a fome no seu dia de cão.
Não se preocupem, esse lanchinho não causará a ida de nenhum homem ao um pronto socorro por causa de uma queimadura de terceiro grau.
Primeiro, você e ele vão até o mercado comprar todos os ingredientes que te agrade em um hot dog, quando chegar em casa, colocar as salsichas para ferver durante alguns minutos (até ficarem inchadas, podemos dizer? que papo estranho… oi?!) e corte os pães.
Coloque o marido para fazer um molho à campana, que é nada mais que cebola, tomate, sal, limão e azeite… tá, faltou um pimentão, mas a louca por pimenta aqui em casa sou eu e a história mudou de percurso na hora de colocar o pimentão no pão: peguei uma frigideira, aqueci com um pouco de óleo e joguei os meus pimentões verdes cortados em tirinhas apenas para dar um susto, nada de cozinhar. Já que eu queria eles firmes, porém, macios.
Agora cada um monta o seu lanchinho da forma que gosta, com muita maionese ou pouca, com muito condimento ou pouco e com muito amor, isso não pode ser pouco (nem um pouquinho ouviu?).
Como eu falei, nada demais, mas muito especial esse jantar feito pelo o meu marido.
Oi?!
Quem lavou a louça?
Claro que foi ele!
cof… cof…
Te amo amor!!!!

Ps.: Será que hoje eu durmo no sofá?

Esta entrada foi marcada , por Nana.

6 Comentários para “Um lanche nada demais, porém, especial…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *