Então, esse foi o menu de Páscoa…

A minha família é católica, ou um dia foi… ou nunca foi, bem não vamos entrar em grandes detalhes, mas a unica que eu tenho certeza quem já foi católica na minha família foi a minha avó (ela tinha até foto do Papa na sala de Jantar) que vivia contando que antigamente as missas eram em latim (ela até me ensinava, já que na época dela, tinha como matéria de escola). O meu avô (que já se foi também) não era um ser desse planeta (que a verdade seja dita uai), já que ele amava dizer que era feiticeiro quando alguém batia na porta com uma bíblia na mão… na verdade, se alguém aparecia na porta ele já falava que estava em plena sessão de magia para o povo sair correndo. Não, ele não era nem um pouco social e nem normal, era um italiano mal humorado mesmo. Mas eu amava ele, tenho os seus genes e não duvidem que eu seja mal humorada também.

Enfim, além da história religiosa entre família, de ir na igreja assistir a missa (eu mais levava chamada, melhor, gritos  da minha mãe para ficar quieta quando o padre falava), a Páscoa era o dia que era obrigatório ter peixe em qualquer refeição principal do dia!!

Mesmo depois de anos e anos de vida, formando a minha nova família, o menu foi peixe aqui no micropequenominiapertamento:

Ceviche

{Foto enamorando o prato e pensando

que eu sou demais na cozinha}

 

Receita daqui

500 gr de pescada branca
40 ml de suco de limão
1/2 unidade(s) de abacate
20 gr de pimentão amarelo em cubos pequenos
20 gr de pimentão vermelho em cubos pequenos
20 gr de ciboullete picada(s)
3 gr de gengibre ralado(s)
1/2 unidade(s) de cebola roxa picada(s)
2 colher(es) (sopa) de shoyu
quanto baste de óleo de gergelim torrado

Corte o peixe em pequenos cubos,tempere com limão e sal e adicione os outros ingredientes. Deixe descansar na geladeira por duas horas e sirva.

Mas no final comemos esse daqui:

Ensopado de Ceviche

{Foto depois de uma decepção com o Peixe do Ceviche}

O modo de fazer é: jogar tudo que você fez numa frigideira e cozinhar o peixe…

Sei lá qual a carga d’água, o peixe ficou um gosto estranho para mim (o cliente vip falou que estava normal), acredito que foi o peixe congelado. Então, olhei com amor para o meu amor e falei “posso?” e ele autorizou. Cinco minutos o peixe estava “engolível” e eu vivi feliz para sempre.

Ah, o cliente vip continuou falando que estava bom… bem, eu quando estou com mau humor e nada dá certo… sai de baixo.

Na próxima, quando eu tiver peixe fresco (congelado jamais!!) em casa, refaço essa receita.

9 comentários para “Então, esse foi o menu de Páscoa…”

  1. Oi flor, isso coloquei na frigideira e deixei cozinhando por 15 minutos… só assim consegui comer, mas vou tentar novamente, até pq eu adoro peixe cru, só esse que ficou com gosto de sei lá o que… mas diz o marido que é imaginação da minha cabeça kkk bjss

  2. Aqui tbm foi peixe. Quer dizer, tivemos salmão. E eu acho q nunca fui realmente católica, rs. Daí o marido (q era casado com uma beata, só pode) disse q não ia fazer caipirinha pra mim… ‘O que? Numa sexta feira santa vc quer caipirinha?” Uai… num tem gente que toma vinho? Qual o problema? kkkkk
    Enfim… eu não gosto mesmo de peixe ensopado… não curto.
    Beijoo

  3. Oi amada, sabes que adoro peixe (e camarão), então fiquei salivando com teu cardápio pascoal. Também faço pratos com peixe congelado, até porque sempre tenho muita coisa pra fazer sabes que até acerto de vez\ em quando?
    Beijokas o coração

  4. Nana querida, adorei a visitinha… e também esse ceviche, pois está com uma cara muito boa…mas por que será que você não gostou, talvez tenha sido a pescada… eu faço com robalo e com saint peter também fica bom.
    Tente de novo, isso é uma delícia!
    Bjuss!!!

    1. Nana, td bem? q conscidencia, estou há um mês no Peru, terra mãe dos ceviches e vou te dar umas dicas que aprendi por aqui. Os peruanos idolatram o ceviche, e respeitam muito os produtos. Por isso existe uma cultura aqui, eles comem raras, as vezes, peixes a noite por não estar tão fresco o peixe já que foi pescado pela manhã. agora as dicas pra obter um ceviche espetacular:
      -a qualidade do peixe e dos ingredientes é muito importante, quanto mais fresco melhor(em são paulo o ceagesp entrega peixes de terça e quinta feira de madrugada, assim que compre o peixe na quarta ou sexta feira)
      -o limão é o agente que fará a “cocção” do pescado. Para 500 grs use mais ou menos uns 6 limões, os mais ácidos possíveis. eu trato de usar o limão galego ou cravo.
      -misturo primeiro o suco do limao com sal e pimenta dedo de moça, em brunoise, depois que o suco do limao está branquinho, coloque os cubos de peixe e mexa por uns 5-10 minutos, com delicadeza. então pode incorporar cebola roxa em brunoise. e assim vc terá o ceviche mais clássico.

      espero que te ajude a perder essa imagem do cebiche, é um prato adorável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *