Rosbife

Friday, 22 de July de 2011

Uma leitora já pediu para colocar mais receitas de frango, eu juro que vou colocar, é que ando na fase carne e bananas (sério, tenho mais receitas feitas com bananas… que isso!), mas prometo que logo logo faço outros tipos de receitas para deixar meus leitores felizes. Bem, essa receita é para quem gosta realmente de carne e é super mega rápida e prática de fazer.

Rosbife

O que você precisa: uma peça de  carne – largato para a classe trabalhadora e para os quempodepode, o desejado filet mignon. Para temperar a carne: sal, pimenta do reino, molho inglês, mostarda e alecrim fresco. Confesso, não tenho condições de comprar um filet mignon, mudei os seguintes temperos: o alecrim pelo chimi churri e a pimenta do reino pelo lemon pepper (ficou maravilhoso, ficou mesmo).

Amarre a carne com barbante (eu não fiz, bobagem, eu e o cliente vip atacaríamos mesmo. E outra, não tenho barbante em casa…) e tempere com todos os temperinhos que falei lá em cima. Deixe a carne marinando durante 2 horas para quem ainda tem pressa e para quem já teve pressa, o ideal é de um dia para o outro.

Chegou a hora do fogão!!! Pegue uma frigideira, coloque óleo e sele todos os lados da carne, até ficar douradinho (mas não é para fritar a carne vida inteira. Lembre-se, não use garfo e sim, um pegador de carne, já expliquei aqui). Agora leve ao forno durante 20 minutos, tire do forno e espere descansar durante 10 minutos, corte bem fininho e está pronto para servir no almoço ou até fazer um sanduba legal.

Eu gosto do seu miolo vermelhinho (mioloooooo… oi?! Me sinto um zumbi de virar madrugadas e de comer carne, mas abafa o caso), mas quem quiser mais assadinho, só deixar mais tempo cozinhando no forno (para mim virou carne assada, mas quem se importa?).

Ah, quem quiser congelar depois de pronto, é só esperar esfriar, enrolar em um filme plástico e congelar.

7 Comentários para “Rosbife

  1. Nana
    Rosbife é o meu prato oficial de festa, acompanhado de risoto ala milanese ou com sapghetti alla putanesca, os meu filhos adoram e os amigos também.
    Esfrego no filé mignon também mostarda escura e molho inglês, quando levo ao forno cubro com fatias fininhas de bacon e coloco vinho branco seco.
    Acho que vo preparar isso para umas blogueiras que vem para um almocinho aqui em casa semana que vem (ainda comemorando meu aniversário…rs), depois eu mostro no blog.
    ah… não sou muito carnívora, mas bem que uma carne vermelhinha faz bem pra caramba, hein?
    beijo
    Ju

  2. Nana, eu sou da turma da carne assada, daquelas que nem o churrasco pode ser mal passado, sabe? Em compensação marido não pode nem sonhar em ver essa foto, acho que iria fazer aflorar o instinto de macho dominante e querer me mandar para a cozinha, kkkk!
    Beijos

  3. Adoro, sempre como sanduba com ele na padoca, mas nunca criei coragem de prepará-lo em casa, apesar de morrer de vontade.

    mas tem q ter mesmo um tico de sangue. não sou vampira, nem gosto de carnes sangrando, mas algumas precisam mesmo, é o q dá mais sabor.

    Bjs

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>