Frango Assado {Receitas para o Natal}

- Categoria: Receitas

Então, está chegando o Natal e por isso ninguém esperava (ok, esperava, mas aonde foi parar o tempo? Se alguém achar, pede para ele ser menos ligerinho por favor?). Dessa vez decidi fazer algo decente, pelo menos ter aqui no blog Manga com Pimenta algumas receitas especiais para um dia de comemoração em família.

Para abrir com grande estilo: quem não pode com Peru, vai de Frango querida ou querido leitor!!!

Frango Assado

 

O meu frango está mais com cara “a verdade nua e crua”, muito indecente e completamente sem glamour, mas eu não me importo e sim, com o sabor e o cheiro que deixa qualquer vizinho maluco. Ok, a fome era tanta e o tempo era pouco que foi assim mesmo a produção da foto. Prometo que melhoro.

Bem, compre um frango, limpe com água corrente e deixe marinando nos seguintes temperos: um xícara de vinho branco (serei sincera, joguei em cima do frango como fosse um bêbado na fase da ressaca querendo mais bebida, para curar todas as dores do mundo), meia xícara de vinagre branco, alho picado, pimenta do reino e sal a gosto. Para marinar não precisa ter uma vasilha super mega grande, pode usar um saco, tirar o ar e dar um nó. De vez em quando, virar o frango para que todo o tempero envolva a carne do frango com amor e carinho. Deixe um dia para o outro na geladeira.

No outro dia, pegue uma travessa, coloque papel alumínio, o frango e com uma faca sem ponta, separe a pele da carne do peito do frango sem rasgar, adicione manteiga entre os dois (isso deixa o frango mais molhadinho e gostoso, mas não rasgue a pele do frango). Infelizmente, o meu frango estava com a pele do peito cortada (estava assim quando comprei, eu juro!), tentei ser delicada ao colocar a mantegia, mas na hora que foi assar, a pele se abriu toda, deixando a carne do peito a mostra (franguinhoooo indecente!!!). Por causa disso o cliente vip reclamou que achou o peito meio que sequinho (come e não reclama, essa foi a minha cara na hora da reclamação).

Pronto, feche o papel alumínio e leve ao forno (temperatura média) durante meia hora. Abra o papel alumínio, deixe assando até dourar a pele do frango. De vez em quando, molhe a carne do frango com o caldo que está na travessa (isso também ajuda o frango a não ressecar). Claro, agora é só servir e esperar que nenhum vizinho reclame ou se auto convide para comer na sua casa por causa do cheiro.

Próximo post será a farofa.

Ps.: Eu amo farofa!! :)

 

Compartilhe: