Pets Love!

Porque adotar um bichinho é tudo de bom?

Oi Gente, hoje eu vim falar sobre adoção de animais. Eu sei que muita gente ganha dinheiro com a venda de animais, as vezes é mais seguro você comprar um animal sabendo qual é a sua procedência, família do que pegar um animal qualquer, sem saber qual é o histórico do bichano.

Por isso acho que essa postagem é super importante para quem for adotar um animal de estimação.

Primeiro de tudo, procure uma raça que tenha a ver com a sua personalidade e que possa adaptar ao seu dia a dia. Não adianta pegar um labrador e não sair para andar (quando falo andar, são longas caminhadas), deixando o bichinho dentro de casa. Veja o local que você mora, se pode ter bichos de grande porte. As vezes pensamos que as regras de condomínio são um saco, mas eu não tenho coragem de colocar um cachorro de porte grande dentro de um apartamento pequeno… cachorros grandes, precisam de espaços para poder se movimentar.

Para descobrir uma raça ideal, tem dois sites bacanas, um da Pedigree e outro da Purina, são testes que mostram qual a melhor raça para ser o seu amigo-cão.

“Mas Nana, porque você está falando de raça e adoção?”

Por incrível que pareça, você encontrará cachorros com raças para adoção. Tem muitas famílias que estão de mudanças e não podem levar o seu pet para o novo lar. Também tem muitas pessoas que cruzaram os seus bichos e não querem vender, sim, doar os filhotes.

Porém, não fiquem presos a raça, tem muitos cachorros sem raça definida que são um graça e lindos, claro, precisando de um lar. Para quem não se importa qual raça será o seu futuro cãozinho, procure ONGS e Orgãos do Governo responsáveis para adotar o seu bichano. Converse com o responsável da ONG, fala como você quer o seu cachorro ideal, veja se o cão está habilitado ou se precisa de cuidados especiais, façam perguntas (todas possíveis e impossíveis) para conhecer quem será o seu novo companheiro.

É muito importante verificar se o cão ou o gato foi castrado (sim, castração é vida! Farei outra postagem falando sobre isso), vacinados e vermifugados.

Não corra o risco de pegar um cachorro que foi encontrado em um dia e levado para sua casa dois dias depois, mesmo passando pelo processo de castração, vacina e vermifugação. A personalidade do cão ou gato é muito importante para uma convivência harmoniosa dentro de casa e também para não correr risco de pegar um cão ou gato com histórico problematico e você não ter estrutura fisica e psicologica para cuida-lo. Veja se o cão está pelo menos algum tempo com uma ONG ou Protetores dos Animais  e se eles realmente conhecem o cão (por isso é muito bom perguntar antes de adotar). Fiquem um pouco com o cão ou gato, pergunte sobre a sua personalidade ou se tem problemas, para você saber se poderá tratar um trauma ou não.

Como toda moeda tem dois lados, você também será analisado, mas não se assuste. A ONG  fará várias perguntas para conhecer quem é você, vão visitar a sua casa e saber qual é a tua intenção na adoção de um animal. Com o tempo, a ONG será uma espécie de “amigo guia” quando estiver com o seu novo animal: vão visita-los para ver como está a adaptação, vão te ajudar e ver a saúde do cão.

Sim, eu sei, é algo complicado ter um estranho na sua casa conferindo e supervisionando tudo que você ou seu pet faz. Mas isso não é só pelo cachorro e sim, para o dono conseguir se adaptar ao novo membro da família. Por experiência própria, isso se chama responsabilidade e faz um bem danado para família e para o pet essa ajuda e auxílio da ONG.

Para os fãs de gatos de Brasília, recentemente eu fiz um blog para um gatil e quero muito que visitem, quem puder adotar ficarei feliz e quem puder ajudar, ficarei mais feliz ainda:

 

 

Basta visitar o blog Gatil Luz de Violeta ou sua Página no Facebook para ajudar ou adotar.

Aqui em São Paulo, temos o PROBEM que você pode procurar o seu amigo ideal e por indicação da Fabi do blog Figos e Funghis, adotou seus bichanos na ONG Adote um Gatinho. Claro, existem várias ONGS responsáveis, mas que eu não tenho uma lista para postar. Gostaria muito de colocar aqui, então deixo aberto os comentários para quem conhecer alguma ONG e queira colocar os dados para contatos.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *