Diário de Viagem: ida para Ushuaia

Friday, 24 de August de 2012

Estou super cansada, o trajeto de São Paulo para Ushuaia e Ushuaia para São Paulo é de matar qualquer um. Fico imaginando quem viaja para o Japão, Austrália e etc… como conseguem?


{Primeira foto, Aeroporto de Guarulhos com a Astrid fazendo o programa Chegadas e Partidas, sim eu vi a Astrid, pura emoção. Segunda e terceira foto, Aeroporto de Ezeiza. Quarta foto, Aeroporto de Ushuaia.}

Apesar das poucas horas de voo, a conexão em Buenos Aires acaba com qualquer ser humano. Ficamos mais de 5 horas mofando no aeroporto (detalhe, de madrugada). Quero falar dos aeroportos, claro, começando por Guarulhos. Eu não acredito que Guarulhos mudará para a Copa, internet de lá é uma porcaria e aeroporto mega cheio, mesmo sendo dia de semana. O que é bom de Guarulhos?
O banheiro sempre está limpinho, vai por mim, eu vi banheiros na Argentina que davam medo de usar. Culpa de quem? Não sei, provavelmente deve ser dos estrangeiros, mas o povo tem mania de colocar papel higiênico na privada e não dar descarga (sem falar de outras coisas sem dar descargas também).

Na ida chegamos no Aeroparque, logo pegamos o transfer (incluido no preço da Aerolineas Argentinas) e fomos mofar no Aeroporto de Ezeiza. Amei o aeroporto, lindo, super limpo (menos o banheiro), internet mega rápida e cadeiras para sentar perto do check-in. Coisas que eu não curti, como ficamos em uma ala nova, não conseguimos ir para o outro terminal que tem mais coisas para distrair enquanto esperávamos o voo. Outra coisa, a água de lá é meia salgada… é, salgada. Não matava a sede, era ruim acostumar com o seu gosto, desculpa pela minha opinião caso tenha algum leitor ou leitora que more na Argentina. Deitamos no chão e dormimos enquanto o tempo não voava. A sala de embarque super bacana, com janelas para a pista e o nascer do dia, lindo de morrer. Novamente, comer nos Aeroportos é muito caro, um lanchinho custou 110 pesos (um assalto para pão com presunto e queijo e suco de laranja). Sempre rolava música, claro, normalmente era tango (uma delícia de ouvir). Partimos para Ushuaia, só o voo já vale a pena, um espetáculo, as montanhas com neve e ver cada cantinho do fim da Argentina é apaixonante.

O aeroporto de Ushuaia é o mais lindo que eu já vi até agora, todo feito de madeira, parecendo uma construção européia. No desembarque, eles revistam a sua bagagem para ver se você está trazendo alimentos e outras coisas que são proibidos. Olha, se tem povo simpático é em Ushuaia, falarei deles em outras postagens.

 {Primeira foto, Guarulhos, esperando para fazer check in. Segunda e terceira foto, Aeroporto de Ushuaia. Quarta foto, detalhe da entrada do Aeroporto Aeroparque}

O retorno, foi tranquilo, nenhum stress no aeroporto de Ushuaia. Ah, apesar da Aerolineas Argentinas ter nos avisados na compra das passagens, é bom deixar registrado aqui (ninguém fala), existe uma taxa de 28 pesos por pessoa para deixar Ushuaia que é pago no próprio aeroporto, então, nada de gastar todos os seus pesos por lá.
Chegamos e saímos pelo aeroporto Aeroparque, detalhe, ohhh povo mal humorado que trabalha nesse aeroporto. Não sei se era culpa da madrugada ou de fato são assim. No aeroporto não tem internet sem fio (sofremos) e para distrair as 5 horas mofando, só restou dormir nas cadeiras de um restaurante. Não conheci Buenos Aires, já que ficamos a madrugada na cidade, se fosse dia, dava até para dar umas voltinhas.


{Aerolineas Argentinas, recomendo!}

Sobre a Aerolineas Argentinas, li muita gente reclamando dos serviços oferecidos e dos voos, indicando até comprar pela Lan Chile. Não sei se foi sorte ou o cliente vip escolheu bem eles, mas os quatros voos foram maravilhosos, os funcionários super atenciosos e os lanchinhos, apesar de básico, gostosos. Eu não tenho nada a reclamar e voltaria a comprar com eles futuramente. Acho (não, tenho certeza) que brasileiro tem mania de reclamar demais, reclama se o voo atrasa, mas não se toca o porque atrasou. O nosso voo da ida teve atraso porque em Buenos Aires estava caindo o mundo (chuva), esperamos super na boa. Já que eu não quero morrer por causa de mau tempo, mas tem brasileiros que reclamam (acho que preferem morrer), fazer o que.

Free Shop – Vale a pena comprar no Free Shop da Argentina. São Paulo estava mais caro que lá, apesar que aqui eu poderia usar o real. Lá usamos o peso para comprar um óculos de sol (49 Dólares no aeroporto Aeroparque, no Brasil estava mais de 300 dólares) e uma caixa de chocolate (6 Dólares), o free shop daqui olhamos, olhamos e não achamos nada atrativo (nem os preços) :(

Sei que esse post pode estar chatinho, os outros serão melhores, prometo, amanhã terá um post sobre o nosso primeiro passeio.

5 Comentários para “Diário de Viagem: ida para Ushuaia

  1. Queriida, estou ADORAANDOOOO esses teus post sobre Ushuaia!!
    eu e meu marido estamos com muitaa vontade de ir pra lá em janeiro de 2013 (isso se as circunstâncias colaborarem).
    Por isso, essas tuas postagens estão aumentando ainda mais esse meu desejo!!
    obrigada por estar compartilhando com a gente isso tudo!!
    pode ter certeza que vc terá uma leitora assídua e empolgada!

    Fico no aguardo de mais informações sobre esse lugar tão lindo, que permeia meus sonhos!!
    abraçããoo \O/

  2. Joice, vão sim, sabe uma coisa de louco? A cidade é maravilhosa, linda, tudo de bom. No dia de ir embora, queríamos fugir para a montanha hahaha não voltar nunca mais para cá. Uma dica, que eu acabei não colocando na postagem (vou colocar em alguma outra), como os vôos são afastados, marca de ficar um dia na ida e na volta em Buenos Aires, assim, não chega um caco aqui no Brasil.

    Bjss

  3. Hoje é que vou ler tudo que você postou.
    E que legal vc ver a Astrid no aeroporto!
    Hoje estou com tempo e vou lendo e deliciando com tudo que vc viu lá na Argentina.
    Abraço♥♥♥

  4. Nana,

    Que legal sua viagem pa Ushuaia!! Olha, fui com a família (14 pessoas) em Julho, gostei muito, mas não sei se voltaria. Primeiro, vc teve sorte com o povo viu? Porque não achei o pessoal nada simpático, muito pelo contrário, tive um pequeno problema logo na chegada no aeroporto. Segundo, era Julho, o frio foi de rachar (tudo bem que sou do Nordeste e não tou acostumada com frio…), a cidade tava com muita neve, muita mesmo, e quando a neve vai derretendo a prefeitura manda jogar areia nas ruas pra que os carros e as pessoas não derrapem/deslizem e essa mistura areia com gelo deixa a cidade bem feinha, com aspecto sujo, vc viu isso?? Aos pouquinhos vou comentando cada post seu pra ver se você concorda comigo, kkkkkkk!!! Mas, valeu a na pela experiência de NEVE, a paisagem que é BELÍSSIMA, sem igual e principalmente porque meus filhos amaram, brincaram muito na neve e já falam em voltar lá!!! Eu até quero voltar um dia sim, no verão, pra fazer outros passeios, e ver aquela beleza sob um outro prisma!!
    Vou curtir o resto dos seus posts!! Ah, nem fiz ainda um post sobre Ushuaia no meu blog, mas farei em breve e te digo pra vc ver ok?

    Bjossss

    • Eu percebi mto barro na cidade, mas não chegamos a pegar nevasca, caiu dois dias antes de chegarmos, chegamos a cidade estava branquinha. Mas realmente, aquele barro todo na cidade, poeira, assusta. Diz sim, estou esperando :)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>