Super cansada e acho que já perdi as esperanças que um dia isso vai mudar…

Só um desabafo, mas estou cansada de ver jovens sabendo que saíram impunes de seus atos, pessoas adultas usando crianças para cometer crimes e cansada dos políticos falarem que é falta de educação e oportunidade. Cansada de saber que isso é mais conversa para boi dormir que outra coisa…

Eu tive a oportunidade de estudar em escola publica e particular na minha vida. Garanto que tem muita gente que não tem dinheiro, mas estava lá, presente todo dia na sala de aula e estudando, procurando o melhor para a sua vida.

Estou cansada do nosso governo ficar de braços cruzados, vendo tudo isso acontecendo e não tomar uma atitude. Presidente para que? Para viajar? Ou falar que o Brasil não vive mais na miséria?

A questão não é miséria, a questão que muita gente aprendeu/viu que é mais fácil subir de vida fazendo algo contra as regras e a sociedade. Hoje, muitas pessoas não querem saber de conquistar na forma correta, vai demorar anos para conseguir e porque lutar, estudar, correr atrás… já que é mais fácil tirar do “bobo” que já faz isso?

Não pensem que esse pessoal é ignorante, eles sabem muito bem das leis do nosso país, o salário que a família vão receber e que logo estarão na rua depois do Natal…

Cansada desse país que não faz nada para combater o que a população mais precisa, mesmo nós, pagando impostos altos.

O que fazer? Qual a solução?

Acho que nenhuma, mesmo que o povo fale, grite… nosso governo não está nem aí e não fará nada para mudar.

O meu maior medo?

De começar uma guerra civil, quando o governo não dá assistência para colocar ordem dentro de um país, uma hora a população começará a agir.

Como dizem por aí “quero ver na copa”, sendo que todo esse dinheiro investido, deveria ir para saúde, segurança e educação. Porém, lá vamos nós, mostrar o que todos os gringos querem ver, bola no pé, mulheres usando sua sensualidade e samba nas casas de show, ignorando tudo isso que está acontecendo.

5 comentários para “Super cansada e acho que já perdi as esperanças que um dia isso vai mudar…”

  1. Concordo demais com sua “revolta” e me sinto assim o tempo todo. Não sei mais o que pensar do povo brasileiro, que aceita pão e circo enquanto a sociedade vive num caos de violência e falta de estrutura em todos os setores. Mas sabe o que? Dá aí um “bolsa preguiça” ou arruma um cargo no governo pra receber sem trabalhar que o povo fica feliz e esquece todas as m… desse país. Enquanto o brasileiro não mudar sua mentalidade “espertinha” esse pais não vai pra frente. Porque aqui, cada vez mais, as pessoas só se preocupam com o seu umbigo! Tá dando vergonha de ser brasileira!

  2. Concordo….acho que o futuro do Brasil é mesmo uma guerra civil…e daquelas brabas envolvendo também a religião e a liberdade sexual.

    Tenho apenas a esperança na próxima geração, porque essa já era!

    bjus

  3. Concordo em gênero, número e grau.
    Estou cada dia mais horrorizada com o que vem acontecendo por aqui. Est´tudo ruim. Muito ruim mesmo! Não temos saúde, educação, segurança, justiça… E a preocupação do povo é Big Brother, Copa e Olimpíada. Vivemos em uma verdadeira ditadura. Decisões são tomadas, com as quais não concordamos e nada podemos fazer para impedí-las :(
    A politicagem é que manda, a propina é que fala mais. Parece que todos os que detem o poder ou tem um preço, ou um valor, ou são subornáveis…
    Aqui em casa temos muita vontade de ir embora. Se der, vamos. Não tenho esperança nenhuma de que isso aqui vá melhorar. Uma pena, pois esse país é uma riqueza.
    Beijinhos,

  4. Olá, Nana!! Eu também estou cansada… Até quando teremos pais que não dão limites, educação aos seus filhos. Não ensinam aos seus filhos que devem ter respeito pelo próximo. Infelizmente, seremos sempre esse Brasil, onde pessoas e adolescentes debocham da seriedade que é a vida. Nós, que somos pessoas, que desejamos trabalhar para ter uma uma vida legal, leve…carregamos nas costas todas os atos desse bando de inconsequentes! Desculpe o desabafo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *