Diário de Gravidez: A Descoberta!

Diário de Gravidez - Descoberta

Hoje vou falar sobre a Descoberta da minha gravidez!!

Antes de tudo quero falar que a gravidez é diferente para cada pessoa, algumas sentem tais sintomas e outras não. Por sorte, estou tendo uma gravidez bem tranquila.

Então pega a pipoca e senta que lá vem história :D

 

Diário de Gravidez: A Descoberta!

 

As tentativas começaram no ano passado, mais ou menos no mês de maio e no mês de agosto descobrimos que eu estava grávida.

Só que depois de duas semanas, acabei tendo um aborto espontâneo. Como isso aconteceu no começo da gravidez, minha médica recomendou que continuássemos as tentativas e nada de engravidar…

Sabendo da possibilidade da dificuldade em engravidar, já tinha me inscrito para tratamento de fertilidade do SUS com 36 anos de idade. Porém, eles demoram para chamar, normalmente é 3 anos na fila de espera.

Neste período, decidimos nos dedicar ao Manga com Pimenta e ao Youtube, esquecer essa história de ter filhos…

Logo depois de gravar os primeiros episódios, nada da menstruação aparecer e eu acreditando que estava de TPM.

Passou um dia, dois e no terceiro dia falei pro Cliente Vip “vamos comprar um teste?”.

Compramos, eu até queria fazer na mesma hora, mas já era noite e a recomendação era fazer com o primeiro xixi da manhã.

Neste momento, os únicos sintomas eram: os seios super doloridos e uma vontade louca de fazer xixi.

A ansiedade me fez acordar as 4 da manhã, corri para o banheiro, olhei o teste, ele olhou de volta e sorriu… brincadeira, mas retirei da a fita da caixa e colhi a amostra de urina.

Chegou o momento da verdade!!!

 

Coloquei o teste e nos primeiros segundos, só vi a primeira linha aparecer.

 

Deixei o teste no banheiro e fui chorar na sala decepcionada “porqueeee porqueeee”…

Com esperança, voltei ao banheiro depois de dois minutos e vi a segunda linha bem fraquinha.

Esperei completar os 5 minutos indicados e a linha continuava lá, bem fraca.

 

Diário da Gravidez: A Descoberta!

 

Tirei uma foto e mandei para 3 amigas e perguntei “estou louca ou vocês também estão vendo a segunda linha?”.

Uma das minhas amigas falou para não confiar e as outras duas me deram parabéns.

Até tentei voltar a dormir, mas quem falou que eu conseguia?

Deu 7 horas da manhã e fui ao posto de saúde falar com a minha médica, que por acaso encontrei com ela no caminho.

Entramos no seu consultório e ela me passou a guia para fazer o exame de sangue. Neste dia o hospital estava em greve e levou umas 3 horas para fazer o exame, mas dali eu não saia.

No outro dia bem cedinho fui ao hospital buscar o exame, com o coração na mão e falando: “não se empolga, você já passou por isso e na hora que pegava o resultado era negativo”.

 

Peguei o resultado e vi: positivo com o valor de 204 de HCG!!!

 

Comecei a chorar de soluçar e rir ao mesmo tempo, não saia do lugar e todos que estavam ali começaram a se preocupar e alguns chegaram até a pedir um médico.

A enfermeira falava “não precisa, ela só está grávida”.

Demorei um bom tempo para recuperar as forças e voltar para casa. Coloquei o óculos escuros e fui, chorando no meio da rua, de muita felicidade.

Cheguei em casa e falei para o Cliente Vip “você vai ser pai!”, entregando o resultado para ele.

Momento muito feliz, abraços e beijos neste momento, os dois bobos sem acreditar que conseguimos.

Não sou uma pessoa que faz surpresas e estava tão a flor na pele, que só queria colo, nessa mistura de felicidade e medo, queria só o amor do Cliente Vip.

Em seguida, liguei pra médica e ela já agendou o pré natal.

Mas isso fica para o próximo episódio / postagem do Manga com Pimenta e Papinha.

Dados importante: descobrimos a gravidez no dia 5 de agosto (corrigindo, no vídeo falei dia dez… falha minha!!!), estava com 5 semanas e tinha acabado de completar um mês de gestação.

No próximo episódio vou falar sobre o primeiro trimestre, pré-natal e o que aconteceu.

Beijos e até lá.

Ps.: Fui chamada para fazer tratamento de fertilidade pelo SUS aqui de Porto Alegre quando eu estava com 5 meses de gravidez. Agradeci e pedi para me tirar do sistema e dar oportunidade para outra pessoa,  já que estava grávida :D

 

Se você gostou dessa Postagem de Diário da Gravidez: A Descoberta!, compartilhe nas suas mídias sociais.
Não esqueça, de seguir o Manga com Pimenta nas Redes Sociais.
Se você fez essa receita, marque no instagram com a hashtag #blogmangacompimenta e também marque @blogmangacompimenta, vamos adorar saber o resultado :)

Não esqueça de participar da Comunidade do Manga com Pimenta do Google+.  Clique aqui ! Vamos trocar receitas, dicas, postagens e até prosear um pouco.

Também siga o meu perfil no Google: +NanaRicchetti e no Pinterest. Inscreva-se no Youtube – clique aqui, toda segunda-feira tem vídeo novo :)

5 comentários para “Diário de Gravidez: A Descoberta!”

  1. Ain… q coisa mais linda!!! Então seu baby é para abril? O meu é de maio! hueheuheuehue
    Tô louca pra continuar seguindo aqui pra saber todas as novidades… acho que vou voltar com meu blog… vc me animou! rsss

    Delícia contar pro papito que, afinal, ele vai ser papito, ne? Por aqui a babação é imensa… hahahahaha
    Beijo grande!

    1. Telma, sim, está previsto para dia 10 de abril, porém, pode vir antes, no final de março.

      Vamos ver!!!

      Volta sim guria, vou amar ler o seu diário tb :)

      Bjsss amiga barriguda :*

  2. Nana, a doze anos o maridão e eu estávamos tentando a mais de um ano engravidar e nada. Decidimos começar tratamento de fertilidade. Como os medicamentos eram muíííito caros e o nosso convênio não cobria,foi preciso comprar uma parte, mantê-los em refrigeração e comprar o restante no mês seguinte e então fazer o tratamento que duraria cinco dias. Alguns dias após a primeira compra comecei a sentir todos os sintomas pré menstruais : seios inchados e doloridos, inchaço, etc. Os dias passaram e não menstruava. Fiz um exame de sangue e adivinha : estava grávida. Foi o maior presente que a vida já me deu e a melhor coisa que já experimentei. Doei todos os hormônios que havíamos adquirido para uma instituição. Quando meu Gabriel nasceu eu tinha quarenta anos e meu prazo de validade esgotando. Minha gravidez foi um passeio que durante o qual eu não caminhava, levitava. Tudo foi tão perfeito e sossegado, e é até hoje, que digo que fui abençoada e recebi um milagre. Bjs e muita paz e felicidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *