Tarte Tatin de Bananas

Postado em Receitas / Wednesday, 20 de February de 2013

Essa receita é ótima para quem bananas fazendo aniversário na cozinha e precisa usar rapidamente para não parar na lata do lixo.

Tarte Tatin de Bananas

tartebanana1

A receita é da Chef Carla Pernambuco, vamos aos ingredientes:

Massa
1 xícara de farinha de trigo
1 colher de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de manteiga
1 pitada de sal
1 colher de sopa de óleo
1 ovo
1 gema para pincelar (não usei)

Recheio
6 bananas nanica maduras porém firmes
1/2 xícara de suco de laranja
1 colher de chá de licor cointreau (não usei)
1/2 xícara de açúcar
1 colher de sopa de manteiga
1 pitada de sal

tartebanana2

Massa
Derreter a manteiga, juntar o óleo e o ovo e bater levemente.
Fazer um vulcão com a farinha, o sal e o açúcar misturados, derramar o líquido e sovar. Reserve embrulhada em plástico na geladeira.

Recheio
Descasque as bananas e corte em rodelas de 2 cm de espessura. Reserve.
Em uma panela, caramelize o açúcar, junte a manteiga e o sal, misture bem. Adicione o suco de laranja e ferva rapidamente para derreter o caramelo e homogeneizar a mistura. Junte as rodelas de bananas e cozinhe-as em fogo médio não deixando-as amolecer demais. Conserve-as bem inteiras. Junte o cointreau e retire do fogo. Resfrie à temperatura ambiente.

tartebanana3

Montagem
Unte uma assadeira para torta redonda, aproximadamente 24 cm de diâmetro, com manteiga. Disponha as rodelas de banana, de modo a deixá-las bem apertadas, sem espaço entre as mesmas. Regue com um pouquinho da calda e reserve.
Abra um disco com a massa entre dois plásticos (para quem não tem pau de macarrão, pode abrir com a mão, já que essa parte vai ficar para baixo… eu abri com a mão, vergonha?). Sobreponha-o sobre as bananas, acomodando as bordas para dentro da assadeira. Faça um furo central na massa para escapar o vapor durante a cocção.
Asse em forne pré-aquecido, à 160ºC por aproximadamente 20 minutos ou até que a massa doure.
Sirva a torta ainda morna, acompanhada de sorvete de creme ou baunilha (também não servi, foi só a tarte mesmo, ficou tão boaaaaa!!!).

Um hotel fofo que você pode usar algumas dicas para decorar sua casa!

Postado em Brincando de Casinha / Tuesday, 19 de February de 2013

hteco1

hteco2

hteco3
{Fotos Eric Staudenmaier | Blog Our City Lights}

Fiquei apaixonada pela decoração desse hotel, com ar de casa antiga e  bem clean. As combinações de cores me agradou demais.

Essa gaiola cadeira? Hein?

Luxo total!!

Para ver mais, clique aqui, visite o blog Our City Lights que é mega fofo :)

Fogazza Frita

Postado em Receitas / Monday, 18 de February de 2013

Começarei com uma receita de final de semana em plena segunda, assim, quem está de regime esquece essa receita e fica com a boa salada e filé de frango grelhado nos dias de descanso. A receita é do blog Delícia da Priscila.

Fogazza Frita

fogazzafrita

Massa (com algumas modificações minhas):
1 Tablete (15 gramas) fermento fresco para pão
2 colher (sopa) de açúcar refinado
375 ml de água filtrada fria
1 colher de sopa manteiga sem sal
1 colher de chá de sal
1 ovo
500 a 600 g de farinha de trigo

O Recheio foi queijo muçarela ralado, presunto em cubos e azeitonas.

Como preparar a massa: misture o açúcar no fermento, a manteiga, ovo e sal. Coloque 500 gramas de farinha de trigo e aos poucos, adicione água, até chegar ao ponto de pão (quando a massa não gruda mais na sua mão e nem fique farinhenta). Divida a massa em bolas e boleie. Com um pau de macarrão, abra pequenos circulos, adicione o recheio e dobre a massa (fazendo um formato de pastel), feche as pontas e leve para fritar no óleo (bastante óleo viu), não muito quente e nem muito frio.
Quando a fogazza estiver dourada, retire do óleo e leve a um prato com papel toalha.
Sirva quente :)

Receitas de frango para montar o seu cardápio para a semana pós-carnaval

Postado em Receitas / Sunday, 17 de February de 2013

frangos

Domingo… a despedida da folia, mesmo para quem não tem folia na vida (tipo, eu?).

Separei algumas receitas de frangos já publicado aqui no blog, para você que está pensando no cardápio da semana:

1- Frango assado com alho e açúcar
2- Frango a Parmegiana
3- Arroz Caipira
4- Arroz com Frango e Grão de Bico
5- Frango Crocante
6- Frango a Parmegiana Light

Não é nenhuma receita light (tirando uma), mas ter uma carne branca nas refeições sempre faz um bem.

Idéias para um chá de bebê – Paris

Postado em Papo de Menina / Saturday, 16 de February de 2013

baby2

baby1
{Fotos Creative Party Place}

Ah, não é Paris… mas vamos ser sincera, não parece aquelas padarias fofas de Paris? Ah, eu nunca fui para Paris, nem deveria estar falando isso, mas que é fofo é.
Para ver mais, clique aqui e visite Creative Party Place.

Torta Caprese

Postado em Receitas / Friday, 15 de February de 2013

Esse dia eu estava atacada… atacada pela fome!!! Sai do escritório e fui para cozinha azul de fome, então, a torta não ficou uma maravilha fotografica.

Torta Caprese

tortadetomateequeijo

Vamos aos ingredientes da massa: 2 xícaras de chá de leite, 2 xícaras de chá de farinha de trigo, 4 ovos, meia xícara de chá de queijo parmesão ralado, 1 colher de sopa de fermento em pó, 1 xícara de chá de óleo

Ingredientes do recheio: 1 xícara de chá de mussarela, 1 xícara de chá de tomate picado, 2 colheres de sopa de manjericão, 1 colher de chá de orégano e 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado para polvilhar.

tortadetomateequeijo2

Modo de preparo: Em um liquidificador, bata os ingredientes da massa e reserve. Em um refratário retangular (22 x35 x33cm) untada com manteiga e polvilhado com farinha de trigo, despeje metade da massa (eu despejei toda mesmo e coloquei o recheio em cima) e reserve.
Misture todos os ingredientes do recheio e distribua sobre a massa. Cubra com o restante da massa reservada. Polvilhe o queijo ralado e leve ao forno médio (180°C), preaquecido, por cerca de 30 minutos.

A receita é daqui.

Apesar da minha pequena gafe culinária (não colocar a massa inteira na forma e adicionar todos os ingredientes acima de tudo), a torta ficou maravilhosa, principalmente fria. Vale a pena fazer para um lanche da tarde ou um almoço light acompanhado de salada.

Dicas Carnavalescas para os doentes do pé 2013: Muquirana… oi?!

Postado em Papo de Menina / Thursday, 14 de February de 2013

Quando eu assisti esse seriado na televisão, eu ria sem parar e ao mesmo tempo ficava boba com os casos contados. Eu juro, não teria coragem de tirar comida do lixo para comer, mesmo estando na embalagem,  você não sabe se a lixeira foi limpa, que outro lixo estava junto (vai que era papel de banheiro…) e etc.

Tomar banho com a roupa no corpo… pior, colocar um plástico na etiqueta, porque se cansar, pode trocar a roupa na loja falando que nunca usou.

Para que sofa se pode assistir a televisão no chão?

Não pense que eles são pobres, cada muquirana que passou no programa, ganha muito bem, obrigada e tem uma bela poupança.

Eu só penso em uma coisa, uma hora eles vão morrer e ai? O dinheiro serviu para que?

Certo, eu acho que gastamos com coisas que acabam sendo jogada no lixo sem ter necessidade, mas ser desse jeito, jamais Zé!

Quem se interessou, passa no TLC as quartas-feiras a vinte horas, para quem não tem televisão paga, pode ver no Youtube (escreva Extreme Cheapskates na busca).

Comprinhas de Supermercado: Ervilhas Congeladas

Postado em Receitas / Wednesday, 13 de February de 2013

ervilhas

É carnaval e para os ruins de samba no pé, aqui estamos em pleno carnaval trocando figurinhas.
Sim, trocando figurinhas, já que decidi postar receita nessa sexta-feira, enquanto isso vou dando dicas bacanas e hoje eu quero falar das ervilhas!

O que é melhor, comprar ervilhas enlatadas, congeladas ou frescas?

Claro, alimentos frescos tem os melhores sabores, texturas e nutrientes… mas você compra para consumo imediato (pode congelar também) e o valor normalmente é mais alto que um produto que já foi estocado.

As ervilhas congeladas é uma boa pedida para quem quer algo parecido “in natura”. Porém, você não precisa preocupar em fazer aquelas ervilhas naquele momento, pode deixar no congelador e usar quando achar melhor. O valor é intermediario de uma bandeja de ervilha frescas e mais alto que uma lata de ervilha enlatada.
A questão toda também, é comparar o peso dos produtos, as vezes um saco de ervilha congelada sai mais em conta de que uma lata viu?!

Bem, as ervilhas enlatadas, vocês sabem, é enlatadas… não tem a mesma textura, nem o sabor (eu acho) e você corre o risco de ter algum problema por causa do sódio e outros elementos que são usados para manter as ervilhas conservadas (sempre tenha costume de olhar as informações da latinha). Porém, você pode comprar 20 latas e não se preocupar muito quando vai usa-las. Claro, a preocupação existe, tem data de validade, mas normalmente é longa.

Ah, ainda tem as ervilhas secas… usei uma vez, mas para quem não gosta de repetir comida e nem precisa fazer um panelão para um batalhão, não é algo bacana para se comprar.

Vocês perceberam, eu não compro ervilhas frescas e nem as secas e tenho costume de comprar as congeladas, principalmente quando é preciso fazer uma sopa ou algo mais requintado. Para algo mais simples, como uma torta salgada, eu costumo usar as enlatadas… apesar que as ervilhas congeladas deixariam as tortas maravilhosas, mas nem sempre o preço compensa.

Enfim, basta você decidir o que quer colocar dentro da sua cozinha e comida, claro, sua conta bancária permitir também.

Dicas Carnavalescas para os doentes do pé 2013: Filme The Odd Life of Timothy Green

Postado em Papo de Menina / Tuesday, 12 de February de 2013

Esse filme é lindo, mas deixa eu avisar antes: para quem tem problemas ou está tentando engravidar, dependendo do seu estado de espirito, passe longe!

A história toda começa com uma entrevista de adoção, aonde eles contam a história deles (principalmente de abandonar o sonho de ter um filho biológico) e de Timothy.
O começo é bem confuso, aonde teve várias perguntas do cliente vip “mas como assim?” “mas porque??” e “não estou entendendo”. Basta ter paciência e assistir até o final, para entender essa história mágica.

Esse é um típico filme que te faz pensar em várias pessoas que passaram por processos médicos para engravidar e outras, que desistiram. Claro, existem as pessoas que não importam, se quer um filho de sangue ou de coração… importante é amar alguém e faze-la parte da família.

Olha essa história de tentar, é algo punk que qualquer mulher pode passar. Algumas conseguem engravidar fácil e outras não, algumas demoram um tempão e outras, só param de tomar remédio e está tudo bem. Eu tentei uma vez engravidar quando tinha 27 anos, mas com dois meses, tivemos que desistir, já que ambos entramos em problemas financeiros.

Depois disso, eu perdi a vontade de ser mãe. Mas sempre pensei no amanhã, em querer ter filho. Sim, eu quero ser mãe, mas não agora, no presente, mas eu não sei o dia de amanhã. Caso seja o ano certo em pensar nisso, a minha dica é relaxar e deixar acontecer.

E se passar o momento de eu ser mãe biológica, eu adotaria sem nenhum problema, desde que sejamos sinceros com a criança e tenhamos condições de cria-la muito bem e com muito amor.

Conservando a Salsinha fresca!

Postado em Receitas / Monday, 11 de February de 2013

conservandoasalsinha

conservandoasalsinha2

conservandoasalsinha1

Eu já cansei de jogar salsinha fresca no lixo depois de uma semana de geladeira… parei até de comprar por esse motivo.
Olha que não foi falta de aviso e nem de como conservar ela por mais tempo.

Isso é bem dica de mãe mesmo e que agora estou aplicando aqui em casa: tirar os talos da salsinha, limpar, lavar, secar e colocar em um pote para congelar (pode usar potes menores com porção exata para cada preparado de um prato).
Eu fiz semana passada as duas primeiras fotos e claro, o preparo de ir para congelador. Depois de uma semana, tirei a terceira foto para vocês verem como é que fica depois de congelada :)

Posso dizer que fica igualzinho da minha mãe e agora não preciso me preocupar com a salsinha virar uma gosma na geladeira por falta de uso.