Decidi deixar os sábados para colocar links de coisas bacanas que encontramos pela internet e nada mais justo começar esse novo quadro falando de gastronomia e dos blogs brasileiros que vira e mexe, dou uma olhadinha:

feijaonoprato

O blog Feijão no Prato é da minha amiga querida Eliana, mãe de três filhos lindos e que não abandona a cozinha por nada, ela tinha outro blog (já até publiquei receita aqui) e hoje ela está com esse bloguito para chamar de seu! Para visita-lo, clique aqui.

 

excutiva

O blog Executiva de Panela, é um blog bacana para você que pensa em fazer coisas deliciosas e saudáveis. Tem postagem para receber os amigos, festinhas temáticas e viagens. Vale a pena ler, corre lá comadre, é só clicar aqui.

 

cozinhaemcena

O blog Cozinha em Cena, é para os amantes da televisão (séries e filmes) e também para quem gosta de uma boa música. Mas espera aí, não é só isso, a maioria das postagens tem uma receita relacionada ao filme ou que combine com o filme (por que tem filmes que nem sempre tem algo relacionado a gastronomia, não é?!). Para visitar, clique aqui.

receitasaprovadas

O blog Receitas Aprovadas descobri faz pouco tempo e me apaixonei sabe, são receitas que normalmente eu faria aqui em casa e para o blog. Vale a pena ler para quem gosta de comfort food. Clique aqui para visitar. Ah, a Diana tem um lado faceiro de ser que eu adoroooo :)

culinaristico

Por último, para quem procura uma vida mais saudável (menos carne na dieta) ou quem são vegetarianos mas lêem o blog (seus loucos, por gostarem de mim ♥  hehehe), vale a pena ler o blog Culinarístico. A Pri não fala apenas de receita, fala de outras coisas também, clique aqui e confira.

E aí?

Vocês aprovam esse quadro?

Quem quiser deixar uma dica no comentários, será bem vindos.

Vou olhar com carinho e analisar, se vale a pena participar dos links da semana. Beijos e “corri” para ir a feira :)

farroupilha11

farroupilha10

farroupilha9

farroupilha8

farroupilha7

farroupilha6

farroupilha5

farroupilha4

farroupilha3

farroupilha2

farroupilha1

Eu brinco que sou uma gaucha paraguaia… uma paulista apaixonada por tudo que tem por aqui no sul, não nego e morro de raiva de não ter vindo para cá antes.

Um dos pedidos que eu fiz para o cliente vip era conhecer o Acampamento Farroupilha, fomos e registrei o que aconteceu por lá: muita gente, muita música tradicional (me lembrou muitos os sertanejos que eu escutava a muito tempo atrás do interior de São Paulo), muito churrasco (fogo de chão e de churrasqueira) e tu sai de brinde com cheiro maravilhoso de carne (não é sarcasmo, eu amo churrasco)  e com vontade te ter experimentado tudo que era vendido por lá.

Duas coisas que eu mais amei, foram as cadeiras forradas com pele de carneiro (lembrou da Argentina) e das barraquinhas de brincadeiras com brindes, a muito tempo que não via isso.

Outra coisa, muito linda de se ver, são as pessoas dançando, as saias rodando e todos felizes.

Infelizmente não comemos por lá, pelo fato dos preços serem bem salgados, fomos para um restaurante que merece um post aqui no blog (fotos do celular, não me julguem). Mas de conhecer e conviver com uma das culturas que eu tanto amo, foi maravilhoso.

Para quem quiser entender por que é comemorado a Semana Farropilha aqui no Sul, segue o link, já que é mais de uma hora da manhã e preciso dormir, mas precisava falar da experiência de hoje para vocês :) . Amanhã vamos dar um passeio diferente e estou mega ansiosa… Surpresa.

Beijos e até segunda!

Achei genial essa publicidade/ação de um mercado francês. Isso mostra como nós somos bobos e ignoramos muitas coisas só porque não tem uma boa aparência, sendo que está perfeito para uso! Mas se formos pensar, isso acontece no Brasil… mas não, não com preços baratinhos!! Quantas vezes eu comprei legumes ruins por falta de opção e pagando muito caro por […]

Achei genial essa publicidade/ação de um mercado francês.

Isso mostra como nós somos bobos e ignoramos muitas coisas só porque não tem uma boa aparência, sendo que está perfeito para uso!

Mas se formos pensar, isso acontece no Brasil… mas não, não com preços baratinhos!!

Quantas vezes eu comprei legumes ruins por falta de opção e pagando muito caro por isso. Pior, nem entra nessa categoria dos inglóriosos, entra na categoria está passando da validade mesmo.

É complicado viu.

O amor que todos sente pelas princesas da Disney é muito grande, mas eu ri com esse vídeo :)

O amor que todos sente pelas princesas da Disney é muito grande, mas eu ri com esse vídeo :)

Essa série não esta passando no Brasil e nem sei quando começará a passar (espero que logo), mas é baseada no livro A Viajante do Tempo – Série Outlander. A curiosidade matou o gato a gata e lá fui eu ler o livro. Bem se você é um gato ou gata, convido a continuar a ler essa postagem. Se você […]

Essa série não esta passando no Brasil e nem sei quando começará a passar (espero que logo), mas é baseada no livro A Viajante do Tempo – Série Outlander.

A curiosidade matou o gato a gata e lá fui eu ler o livro. Bem se você é um gato ou gata, convido a continuar a ler essa postagem.

Se você é contra spoiler, mude para outra postagem ou saia do blog e volte amanhã, quem avisa amigo é ;)

Resumindo: o livro conta a história de Claire Randall, depois do final da segunda Guerra Mundial, ela se encontra com seu marido e vão passar uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de Pedras e viaja para o ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros.

Ela conhece Jamie e mesmo querendo voltar ao braços do seu marido, os dois acabam se casando para ela não ser presa pelos ingleses, que desconfiavam dela (ah, os Escoceses também). Ah, claro, depois do casamento o amor/desejo/paixão surge e tudo fica muito, mas muito quente.

Para quem estava toda animada com Cinqüenta Tons de Cinza, não vai estranhar em ler esse livro, já que tem muito relato de sexo com clima romance total (não é nada parecido para ser sincera, mas não li Cinqüenta Tons de Cinza, só vi que os outros escreveram por aí e por isso a comparação).

Certo, até aí normal, o cara tenta ser o herói e quem acaba salvando ele é a protagonista. Quem leu até aqui vai achar que é uma novela pastelão ou uma história escrito para as coleções Sabrina, Bianca e afins.

Até que cheguei perto do final do livro, aonde fico revoltada… melhor, chocada das unhas do pé até as pontas dos fios do meu cabelo.

Acho que a escritora não gosta de homem e essa foi a conclusão, se outros chegaram a uma conclusão diferente da minha, respeito, mas respeitem a minha :)

Relatar abusos é algo que choca e muito, normalmente as informações sobre algo dessa natureza é muito bem escrita para sabermos que isso é errado e não causar tanto impacto nas nossas vidas que acompanha os acontecimentos de certos casos. Outra coisa, temos em mente por documentários e histórias que estudamos que isso era algo normal antigamente (que na verdade não é normal). Mas quando eu li o abuso do Jaime, com todos os detalhes, foi algo que eu não esperava “como assim?!”.

Não basta o cara tentar salvar a Clarie do perigo e meio que não dar certo, levar tiros, levar socos, fugir da morte, de ser preso, etc… ainda isso?

Tudo isso aconteceu porque ele permitiu ser abusado para salvar a vida da Clarie, mas tu ler detalhes, de como foi, o que o cara fez com ele… novamente, é revoltante… estou até agora chocada, mesmo lendo o outro livro que tem mais de mil páginas, já que a curiosidade é maior e quero saber quem fim deu toda a história (parece que são 8 livros, santa paciência!).

Por que você cria um carisma pelo cara, mesmo sendo um ogro com um coração bom.

Assim, a história tem partes que relata as tentativas, nenhum realizados contra a mocinha, que sempre é salva por ela ou por outro alguém ou até ele, que já tinha passado por isso também. Não pensei que chegaria a esse ponto. O final do livro fala sobre ela ter resgatado ele da mão da morte e os cuidados do seu ferimentos (corporais e emocionais), já que o amor supera tudo (essa seria a mensagem, acredito eu!)…

Eu fico pensando, será que o seriado terá essa cena ou eles vão mudar o tipo de abuso?

Tentei ler algo para saber sobre isso, mas não achei nada e acredito que nenhum jornalista deva ter perguntado.

Outra coisa que me preocupa e bastante, que essa saga é procurada pelas leitoras que ficaram órfãs do Crepúsculo. Posso estar sendo ingênua (com certeza, eu estou), mas achei que o conteúdo não é indicado pelas gurias apaixonadas pelo o vampirinho e sim para os leitores do Cinqüenta Tons de Cinza. Acho que estou ficando velha, acredito que sim.

Ps.: Li em algum blog, falando sobre o mocinho ser tão desvalorizado na história do livro. A autora queria mostrar que a protagonista é uma pessoa independente e guerreira, que conseguiria passar por tudo de ruim de cabeça erguida e com muito amor no coração. Então está bom… né?

Hoje é mais um convite do que uma postagem :) Para quem perdeu o acompanhamento do reader do google, eu indico usar o Bloglovin’! Você pode usa-lo via site ou app (procura nas lojinhas, procura!! é grátis), assim, não precisa ficar no computador quando quiser acompanhar os blogs que tu mais ama, só levar o celular ou tablet para cama […]

mangacompimentablg

Hoje é mais um convite do que uma postagem :)

Para quem perdeu o acompanhamento do reader do google, eu indico usar o Bloglovin’!

Você pode usa-lo via site ou app (procura nas lojinhas, procura!! é grátis), assim, não precisa ficar no computador quando quiser acompanhar os blogs que tu mais ama, só levar o celular ou tablet para cama ou para qualquer canto que você vá.

O Manguinha está lá, para acompanhar, é só clicar aqui.

Também temos a opção para enviar por email que está na coluna lateral.

Já que é um convite, não esqueçam da fan page do facebook, instagram, twitter e pinterest. Eu ainda preciso criar coragem para o google mais… mas também tenho perfil e página por lá.

Ah, quem está acompanhando a fan page no Facebook, assinem o Bloglovin’,  por que o facebook para página está com p***ria, já que ele só mostra para alguns % das pessoas que curtiram e se quiser que vá para todos, eu teria que pagar. Super sacanagem, mas fazer o que?!

Assim, vocês vão estar sempre comigo :)

Bjs e bom final de semana.

Sabe uma mineira boa de papo? Super alto astral? É a Patrícia do blog Temperos pra Vida, estreando na vida de blogueira de “comidinha” com todo alegria!! Fizemos um blog (identidade e layout) bem fofo para ela começar a mandar super bem no conteúdo! Coloquei algumas fotinhassss de alguns posts só para vocês babarem e clicarem para conferir o que […]

temperospravida

Sabe uma mineira boa de papo? Super alto astral?

É a Patrícia do blog Temperos pra Vida, estreando na vida de blogueira de “comidinha” com todo alegria!!

temperospravida

Fizemos um blog (identidade e layout) bem fofo para ela começar a mandar super bem no conteúdo! Coloquei algumas fotinhassss de alguns posts só para vocês babarem e clicarem para conferir o que ela anda aprontando por lá. Deixem comentários e acompanhem, garanto que vocês vão ama-la também ;)

Quem estiver procurando um site ou blog bem bacana, podem falar conosco aqui:
contato@bdmp.com.br

Beijos e bom domingo (com gostinho de chimarrão?).

Uma das nossas maiores dores de cabeça foi a questão a mudança: se era valido comprar tudo novo ou contratar uma empresa! De São Paulo para Porto Alegre, podemos dizer que a mudança valeu a pena usando o sistema de mudança compartilhada, que funciona assim: sua mudança vai junto com outras mudanças (de outras pessoas) e cada um paga sua […]

Uma das nossas maiores dores de cabeça foi a questão a mudança: se era valido comprar tudo novo ou contratar uma empresa!

De São Paulo para Porto Alegre, podemos dizer que a mudança valeu a pena usando o sistema de mudança compartilhada, que funciona assim: sua mudança vai junto com outras mudanças (de outras pessoas) e cada um paga sua parte por esse transporte.

Nós tínhamos pouca coisa para trazer, como maquina de costura, aspirador de pó, mesas, cadeiras, cama, maquina de lavar, geladeira, fogão, micro-ondas, tv, roupas, enxoval e etc; Se somássemos tudo ia sair muito caro, se fossemos comprar novos. Porém, uma mudança só nossa, sem compartilhamento, passaria a valer a pena comprar tudo por aqui… acredito que esse seja um dos motivos das pessoas desistirem de se mudar para outro lugar, porque é caro, muito caro.

Conseguimos negociar preços super bacanas de mudança compartilhada de várias empresas de transporte, porém, algumas não passaram confiança e tínhamos um grande problema: precisamos da nossas coisas o mais rápido possível.

Quando você contrata esse tipo de mudança, eles ficam com suas coisas durante 15 a 20 dias (sentiram o drama?) e a empresa que fechamos, acabou quebrando um bom galho de retirar as nossas coisas dois dias antes da mudança ir para a estrada (que foi no sábado) e que estaria sendo entregue na quinta-feira.

Em São Paulo foi tudo lindo e maravilhoso, eles cumpriram oque prometeram, o pessoal foi super profissional e ficamos felizes  de estarmos meio caminho andado da nossa grande mudança de vida.

Aqui em Porto Alegre, a história mudou e mudou muito.

A filial de São Paulo nos envia por e-mail informando que a mudança chegaria na quarta-feira e pedem para entrar em contato com a filial de Porto Alegre.

Quando eu liguei, fui informada que a mudança já estava no guarda-volumes deles e que não tinham previsão quando poderiam entregar. Informei que foi acordado em São Paulo que a nossa mudança estaria sendo entregue naquela semana e que precisava de uma data, já que estávamos hospedados na casa de amigos.

Assim, foi dois dias, a Dona Nana aqui sendo boazinha e pedindo um retorno… que nunca aconteceu, quem ligava era apenas eu para ter notícia de alguma coisa.

Chegou sexta-feira e eu ligo: “Oi fulana, amanhã vocês vão entregar minha mudança?” a fulana “Ah segunda-feira vai ter camin… oh não, não tem caminhão semana que vem, vocês terão que aguardar”.

Eu sei que comecei a chorar e a falar “preciso das minhas coisas, preciso trabalhar e vocês estão f******** a minha vida…”.  Logo o Cliente Vip ligou em seguida para eles e fala que eles tem até amanhã (sábado) para entregar ou senão, a coisa ia ficar feia! ( claro, um pouco menos “carinhoso” que o escrito aqui )

Resumo da ópera, a mudança foi entregue no sábado, porém, não montaram uma mesa que precisava montar. Como estávamos cansado dessa história toda, montamos nós mesmo e ficamos felizes.

Graças a Deus, nada foi quebrado e acho que tudo foi entregue, conforme conferimos, (sinto falta de um prato de bolo que até agora não achei e nem vou achar… também não lembro se dei para minha mãe ou se ficou em São Paulo).

Então a dica que eu dou: se vocês estão pensando em fazer uma mudança interestadual, contrate essas mudanças compartilhadas (o valor vale a pena), façam em um período de férias, que tenham um lugar para ficar por um bom tempo e se bobear, pense em fechar a mudança quando estiver fechando o contrato do aluguel ou a entrega do seu imóvel, já que demora, como demora para as suas coisas chegarem a sua nova casa.

Ahhhh eu nunca tinha visto uma caixa de gordura na minha vida, nuncaaaaaaaaaaaaaaaa!!! Nem sabia que isso existia, até me mudar para Porto Alegre e ver no meio da cozinha uma tampa de metal. Claro, eu perguntei para a Carol o que era aquilo e ela respondeu “caixa de gordura”. Logo fui informada que é necessário limpar a cada 3 […]

Ahhhh eu nunca tinha visto uma caixa de gordura na minha vida, nuncaaaaaaaaaaaaaaaa!!!

Nem sabia que isso existia, até me mudar para Porto Alegre e ver no meio da cozinha uma tampa de metal.

Claro, eu perguntei para a Carol o que era aquilo e ela respondeu “caixa de gordura”.

Logo fui informada que é necessário limpar a cada 3 meses (apesar que também fui informada que é necessário limpar toda semana se for o caso), senão a água volta para os canos com cheiro de esgoto e já viu né?!

Enquanto isso, procurei informações e um dos blogs que me ajudou bastante a tirar dúvidas foi Dona de Casa sim, Dona-de-Casa não!, ela explica direitinho para o que serve uma caixa de gordura e como limpa-la. Clique aqui para ler.

Também achei esse video da Tigre (não é um publieditorial) explicando como limpar, parece fácil e se você tem estômago fraco, não pode ver sujeira das fortes na sua frente ou vai me xingar no final dessa postagem, não veja o vídeo.

Existem produtos biodegradadores que “comem” a gordura e você não precisa abrir a caixa para limpa-la, precisa apenas jogar no ralo da pia e pronto, os biodegradores fazem o trabalho completo sem stress e sujeira para você.

Aonde encontra-lo?

Dizem que se encontra em casas de construção, ainda não fui a fundo aqui em Porto Alegre para saber aonde vende (se alguém souber, por favor, me informe).

Quem preferir gastar, pode contratar serviço de desentupidora e fique longe dos problemas com a caixa de gordura.

Rezem por mim, decidi limpa-la no mês que vem, até lá vou procurar o tal produto. No caso de eu não encontrar, no “Dia D” irei como guerreira, com luvas e proteções para limpar/enfrentar a tal dita cuja caixa de gordura.

Algumas pessoas (ou várias) vão ficar chateadas por eu não ter avisado da minha mudança de Estado. Mas deixa eu explicar, mudar para outro Estado não é tão fácil como parece. Corre atrás de imobiliária, vai ver apartamento (a primeira vez que eu apareci por aqui, foi para ver o apartamento, por isso que não avisei ninguém, foi jogo rápido), […]

onibuspoa2

Algumas pessoas (ou várias) vão ficar chateadas por eu não ter avisado da minha mudança de Estado. Mas deixa eu explicar, mudar para outro Estado não é tão fácil como parece. Corre atrás de imobiliária, vai ver apartamento (a primeira vez que eu apareci por aqui, foi para ver o apartamento, por isso que não avisei ninguém, foi jogo rápido), negocia com mudança, vê internet, compra passagem, corre atrás de veterinário, doa metade das suas coisas, joga fora várias coisas, guarda o que será transportado e pensa no melhor, sempre no melhor, para que tudo aconteça normalmente.

Temos vários motivos para decidir essa mudança de vida: primeiro que São Paulo está insuportável para se viver. Se você gosta de viver no transito, morar longe do seu serviço e pagar fortuna, quem sou eu para falar algo.

Mas quando você coloca no papel que gastaria metade em quase tudo morando fora da cidade de São Paulo, melhor, tendo qualidade de vida… a vontade de fazer as malas é automática!!

Porque não escolhi uma cidade no interior do Estado de São Paulo?

Pelo simples fato de eu e o cliente vip sermos apaixonados por Porto Alegre, aquele amor platônico louco e que temos certeza que seremos muitos felizes por aqui. Também queria estar dentro de uma Capital pelo fato de ter tudo por perto ou precisar de algo que sabemos que são precários nas cidades do interior.

Já posso falar que qualidade de vida, bah… nem se comenta perto do stress que vivíamos na cidade de São Paulo. Apesar do calor de 40 graus (ou mais), estamos felizes. Já conhecemos os nossos vizinhos (coisa que não acontece em São Paulo) e todos foram super prestativos. Além dos amigos que formamos durante anos por causa da internet, que estão nos ajudando muitooooooooooo (obrigada, de coração).

Só uma explicação, ainda não estamos completamente 100% curtindo nossa casa, já que estamos recebendo os móveis novos, a mudança, os serviços contratados e etc. Mas se Deus quiser, logo logo, estaremos na paz do nosso novo lar.

Ps.: Leitores de Porto Alegre, vamos marcar algo para nos encontrarmos, quem quiser, é claro :)