Os Cuidados que você precisa ter com seu cãozinho no inverno

- Categoria: Pets Love!

Ok, não sou especialista, mas como mãe de uma cachorrinha muito linda, sei de alguns cuidados que precisamos ter com a chegada do inverno.

Vamos a lista de cuidados?

 

memeinv

 

1- Tosas Completas e Higiênicas

Nós não tosamos mais a pequena  entre abril e outubro. Assim, quando chegar os dias mais gelados, ela estará bem peludinha para enfrentar o frio.

Apenas pedimos para fazer a tosa higiênica quando necessário, já que damos banho nela em casa e ela não frequenta muito o pet shop.

 

2- Banhos

Já que comentei do banho, no calor, ela toma banho toda semana e no inverno, os banhos são dados a cada 15 dias.

Mesmo assim, se o dia estiver muito, mas muito frio, ela escapa do banho e só vai tomar quando o sol aparecer e as temperaturas aumentarem um pouco.

Quando der banho em seu bichinho, use água morna e seque-o bem com um secador e toalha.

Não deixe que ele saia na rua, no mínimo por 30 minutos após o banho.

Isso também vale para cães que tomam banho em pet shop, pois o secador é quente e poderá haver um choque de temperatura se ele sair no frio.

 

3- Roupas são realmente necessário?

Quando morávamos em São Paulo, ela só tinha uma roupinha que ganhou da bisavó. Mesmo assim, só usava quando ia passear em dias muito frios.

Aqui em Porto Alegre, ela já ganhou duas roupinhas: uma para dormir, já que a temperatura pode chegar a zero graus. Outra de lã que eu fiz (clique aqui para ver) para andar na rua.

A roupinha de dormir, foi o marido que fez, vou ver se fotografo para vocês, mas não temos modelos de corte, nada. Foi feito na criatividade mesmo. Normalmente colocamos quando ela começa a procurar cobertores (ou as nossas blusas) e se enfiar embaixo deles.

A roupinha que eu fiz e a outra que trouxemos de São Paulo, por serem mais quentes, usamos para passeios em dias bem frios.

Lembrando, a Aimê não tem pelo curtinho então as roupas podem até fazer mal para ela. Usamos com moderação, para ela não passar do “morrendo de frio” para o “morrendo de calor” em minutos.

 

4- Como eu sei que meu cachorro está com frio?

Confere as patinhas e as orelhas. Se elas tiverem geladas e ele estiver aninhado, encolhido, é porque o cão está com frio.

Outro sinal é o cão tremer, principalmente quando ele não está em situações de stress ou ansiedade.

 

5- Sapatos

A Aimê não tem sapatinhos, mas quando percebemos chão quente ou frio demais, levamos ela no colo às vezes nos passeios.

Quero ver se consigo fazer sapatinhos para ela passear em dias bem frios aqui em Porto Alegre, se sim, prometo colocar aqui no blog.

Para quem mora em lugares bem frios ou que até neva, sapatos protegem as patas do cão então é importante ter, viu?! Evitam de queimaduras causadas pelo frio e sal jogado nas ruas para ajudar com a neve.

 

6- Abrigo

Se o seu cão mora com você dentro do apartamento ou casa, ok, ele já tem um abrigo.

Agora, se o seu cão mora no quintal, tenha uma casinha quentinha, confortável e seca, para abrigá-lo nos dias frios e chuvosos.

Em ambos os casos, é bom ter um cobertor para eles se ajeitarem e ficarem quentinhos.

Por favor, lave os cobertores sempre que possível. Eu normalmente lavo os cobertores da Aimê a cada 15 dias.

 

7- Passeios

Leve seu cão para passear na rua nos horários mais quentes do dia das 11:00 as 15:00hs, mas cuidado com o chão quente.

Caso não possa, tente levar em horários com temperaturas não muito baixas.

Nos dias mais frios, normalmente passeamos com a Aimê e paramos um pouco no sol para ela se esquentar e ver o movimento da rua, que ela adora.

Deixe também as persianas / cortinas abertas, assim o sol poderá entrar e o seu bichinho tomar aquele belo banho de sol.

 

8- Saúde

Qualquer sinal diferente no seu cão, exemplo uma tosse, ou focinho muito úmido, procure um médico veterinário.

Lembre-se, vacine o seu cão todos os anos, assim, ele estará protegido das doenças e poderá passar o inverno bem e curtindo o calor humano dos seus donos.