Papo de Menina

Adele {É fácil ser linda acima do peso?}

{Fotos daqui, daqui e daqui}

Sei que esse assunto é muito delicado para várias mulheres, a maioria brigam contra balança e não curtem estar acima do peso. É uma luta constante e nem sempre ganhamos essa guerra por não entendermos que a natureza quis assim. Infelizmente, a nossa cultura não é a favor de pessoas fora do padrão, toda as mulheres precisam ser magras para ser desejadas. Eu já cansei de escutar meu marido e seus amigos falarem que tudo isso é uma grande besteira. Concordo também que muitas vezes, as mulheres não se vestem para si ou para atrair um homem, e sim, se vestem para outras mulheres.

Tem um outro fator grave, a moda brasileira não é a favor de mulheres gordinhas. Eu sou contra a questão obesidade, tudo tem um limite, principalmente quando o assunto principal é a saúde. Porém, a magreza ao extremo é perigoso também. Lembro de uma entrevista de uma francesa que era anorexia e os médicos deram uma vida curta para ela, caso ela não começasse a se alimentar bem (todo mundo sabe que não é fácil uma pessoa se alimentar normalmente quando tem anorexia), ela lutou, tentou alertar outras mulheres sobre a doença, escreveu livros, participou de campanhas e morreu com 28 anos de idade (por conta da sua doença). Devemos entender que cada corpo tem a sua genética, você pode parecer uma magra falsa ou o contrário, nunca seremos um padrão Barbie ou Susi (ou até seremos com uma cirurgia plástica). Devemos nos amar assim mesmo.

Quando sair na rua, comece a olhar para os lados, estude o ser humano, cada um tem um corpo diferente, alguns seguem um padrão e outros não, algumas pessoas tem um metro e oitenta, outras dezenas um metro e quarenta, uns são cabeludos e outros carecas, assim, vivemos na diversidade. Gostaria de derrubar o mito que para a mulher ser linda, charmosa e elegante, é necessário ser magra e eu sou uma mosquinha diante a humanidade ao dizer isso. Só que hoje em dia, muita gente que é gordinha estão se mostrando ao mundo que dá para ser feliz, linda, charmosa e elegante. A única coisa que precisamos é nos aceitar do jeito que somos.

Bem, resumindo, eu sou fã de carterinha da moça, amo suas músicas, sua voz e o seu estilo. Descobri algo com a Adele: que para ser linda, basta se amar a si mesma, não precisa de uma roupa sexy ou uma cirurgia plástica, basta se aceitar e descobrir o seu verdadeiro talento.

Ps.: amo o estilo vintage dela também…

10 Comentários

  • luciana

    Olá! Amo o seu blog e sempre passo, mas nunca comentei.
    Hoje vou comentar porque este assunto vem me rondando há uns 2 anos, quando comecei a ganhar peso. Agora estou me tratando e voltarei ao meu peso de sempre em breve.
    Mas o que quero falar de verdade é que sim, vc pode ser bonita mais gordinha, mas não espere que o mundo vá entender isso. Há muita pressão, dissimulada ou não, para que vc volte para os padrões. Há de se ter muito equilíbrio emocional para se aceitar, para querer mudar e para não levar tão à sério os apelos da “sociedade”.
    Se eu, que sou uma qualquer mortal, estou sentindo essa pressão, imagino o que não passa Adele. E fico me perguntando por quanto tempo ela resistirá ao apelo da mídia, da gravadora e de sei lá mais quem.
    Tomara que ela resista e não se submeta à dietas malucas, plásticas e tudo mais que as artistas fazem. E que se ela quiser ou precisar emagrecer, que ela seja também exemplo de como fazer isso de modo saudável.
    Beijos! Lu

  • Nana

    Lu, eu sofri muito com isso, eu sempre fui uma pessoa de estrutura ossea larga, logo, mesmo magra, eu sempre fui cheia. Mas com a idade que eu tenho, acho que precisamos nos cuidar sim, mas não vou e nunca serei uma magrela, o meu próprio médico já me falou isso. Eu acho que todos ficam com pressão, mas quando o corpo é daquele jeito e não tem outra saída, melhor coisa é aceitar como você é.
    Eu acredito que ela não ficará magrela não, até pq virou um icone. Bem, tem modelos plus size que emagreceram, vamos ver.

    Obrigadaaaaa pelo carinho!!!

  • Sandra Lima

    Nana, na verdade eu acho que todo mundo tem consciência de que não há nada de errado em não ter um corpo dito perfeito, ou ter uma celulite aqui, uma estria ali, uma ruguinha ou marca de expressão. O problema é que se criou um mito de que a mulher tem que ser perfeita e jovem para sempre. E usam como desculpa a questão da saúde. Desculpa mesmo, porque ninguém cobra dos homens a obrigação de aos 40, 50 anos ter um corpo malhado. Para eles é perdoável…
    A questão é que muitas vezes a gordura não incomoda quem está acima do peso, o que incomoda é pensar em ser reprovada pela sociedade. Agora, será que se todas se sentem mal pelo que as outras vão pensar, não é hora de dar um basta nessa ditadura da beleza eterna?
    Se sentir bem vai muito além de ter curvas perfeitas e pele lisinha. Mulheres “perfeitas” não são mais felizes que as mulheres “normais”.
    Parabéns pelo post!
    Beijos

  • Kelly Cristina

    Aiii amiga é fogo isso de lutar com a balança viu…eu era magrinha…depois que tive meu primeiro filho tudo desandou, engordei 20kgs e desde então é uma luta constante para me sentir bem comigo mesma…estou fazendo terapia e tentando aprender a me amar do jeito que sou, meu marido diz que não liga pro meu corpo, mas eu não acredito sabe, sempre quis fazer um strip para ele, mas a vergonha não deixa…um dia ele disse que até as mulheres quando passam ele só observa as mais cheinhas pois se parecem comigo, que as outras são muito magrelas e sem carne…no dia fiquei mega feliz com isso, mas toda vez que busco ele no trabalho a insegurança me domina, pois só vejo mulheres de corpo magro, maquiada e no salto, o oposto de mim, quando era solteira e trabalhava fora sempre me arrumava e vivia no salto, hoje cuidando de casa, filhos e marido fica meio difícil né…não curto ficar de salto e maquiada para lavar louça, passar roupa, ir buscar as crianças na escola e etc…gosto de ficar bem a vontade…não sei se é certo mas não consigo…só que quando vamos sair me ARRUMO toda e confesso que me sinto linda…rs…bjão querida e saudades de vc, agora fim de ano é complicado comentar sempre, mas toda vez que tiver um tempinho corro aqui.
    Bjoks e uma linda quarta para vc.

    http://www.kellybelulas.blogspot.com

  • Camila - Pink Pig

    Nana, aplausos para seu texto.
    Acho que um dos fatores mais tristes nessa ditadura do ‘ser magro’ é o ser a qualquer custo. Inclusive, esquecendo e perdendo valores e prazeres importantes, como o prazer de comer bem, um belo jantar em família, assar um bolo com a avó e muitos etc´s.
    Saúde sim, mas ‘PADRÃO’ de beleza, que é algo criado pela mídia para vender (o que quer que seja), não está com nada.
    Bjinhos,

  • valéria n.

    Existem muitas gordas lindas,todas todas que vejo e conheço são lindas,eu sou gorda,mas meu corpo é feio porque tenho 3 filhas,é tudo flácido,por isso é feio,sou sedentária,enfim,mas essas gordas que nunca tiveram filho ou te um só,não são flácidas são lindas,essa é minha opinião né! bjs bjs bjs

  • Maria manuela Vieira

    Fantástica reflexão!!

    Só uma coisinha a acrescentar ao que foi dito. A Adele aqui à tempos disse esta maravilhosa frase:

    – “Não me importo de não ser elegante pq o meu objectivo não é aparecer em capas de revistas de moda. Eu quero aparecer é na capa de revistas de música.”

    Excelente não?

    Beijinhos

  • gemce

    Alôooooooooooooooooooooooooooo estou chegando agora! Viajando pela net,encontrei este blog, muito mais que um, mas uma uma salada de assuntos de muito bom gosto, inteligente , atual e edificante.
    Muito agradecida por este tesouro. Estarei sempre garimpando preciosidades. Muita saúde, paz e prosperidade sempre. Bjos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.