Arquivo do Autor: Nana

Blue Blue Blue – Paredes Azuis

Para quem gosta paredes azuis, não pode perder a postagem de hoje :)

Essas inspirações são tão lindas, que você vai amar.

Vamos lá?

Blue Blue Blue {Paredes Azuis}

Blue Blue Blue {Paredes Azuis}

Blue Blue Blue {Paredes Azuis}

{fotos decorpad}

Blue Blue Blue {Paredes Azuis}

{foto moderndomesticdiva}

Blue Blue Blue {Paredes Azuis}

{foto zinniasboutique}

Voltei para o trabalho e não consegui concluir a pintura do meu quarto, como falta pouquinho, meu marido falou que vai terminar essa semana e a janela do quarto pintaremos no final de semana.

Resumindo, as fotos do mini pequeno minusculo micro apertamento lindo ficará mais para o final do mês.

Paciência… paciência…

E para ajudar começou a chover, a tinta demora mais para secar, #dáumtempinho São Pedro?

Se você gostou dessa postagem Blue Blue Blue {Paredes Azuis}, compartilhe nas suas mídias sociais e aos seus amigos.
Não esqueça, de seguir o blog Manga com Pimenta nas Mídias Sociais. :)

Não esqueça de participar da Comunidade do Manga com Pimenta do Google Plus. Clique aqui para participar! Vamos trocar receitas, dicas, postagens e prosear um pouco.

Também siga o meu perfil no Google Plus: +NanaRicchetti e no instagram @blogmangacompimenta confira as ultimas novidades por lá.

Acabou o que era doce…

Chega uma hora que a alegria, os dias sem despertadores e os cochilo vespertinos acabam… hoje eu volto ao trabalho!!
Para dizer que o dia não será doce, deixo uma invenção, uma dica para os dias de mente insana (ou gorda):

Sanduíche de Sorvete com Waffles

Tudo que você precisa é de bolachas waffles sabor chocolate (compre aquelas que são uns quadradinhos, ou se tiver uma máquina de waffles use-a), sorvete de chocolate branco e faça um sanduíche.

Essa foi nossa sobremesa de ano novo, é tão fácil e boa, que eu tinha que postar aqui :)

Agora, vamos voltar a vida normal e pensar na dieta.

Pode ser 2011??

Bom dia para a Senhora que acordou cedo, mesmo tendo dormido tarde para curtir o final da festa!!!
Bem, eu pelo menos fui assim, fiquei até a virada de Nova York (planos para final do ano… espero que seja em 2011 ou 2012, claro, se o mundo não acabar – piadinha interna) e acordei as 9h30 da manhã. Já que a casa parece uma revolução francesa e precisa de muitos tapas para voltar a ser um cafofo organizado (oi?!).

{Foto do Cliente Vip}

A virada de 2010 para 2011 foi de fartura, graças a Tirolez que mandou uma cesta recheada de queijinhos maravilhosos. Eles fizeram uma virada repleta de fartura no pequeno micro mini minúsculo e lindo apertamento e é tudo que eu espero e desejo para esse ano.

Claro que eu tomei o meu banho de sal grosso (a praia fica ali, uma hora de viagem, mas já tem muita gente…), usei o sabonete luxo que ganhei da minha amiga Macá do blog Agenda Ilustrada, acendemos incensos e na virada subi na cadeira com o meu cartão do banco (esqueci de tirar dinheiro) para trazer muitos dindin esse ano (para a minha conta e não para o Banco, eles vão muito bem e obrigada!). Ahh, teve a música de entrada, que colocarei em outra postagem.

A nossa ceia foi repleta de queijos (Gruyère, Reino, Estepe), salame, azeitonas, tomatinhos uva, batatinha e cebolinhas de casamento (publiquei a receita da batata aqui), sorvete (que eu não fiz, dá um descanso vai?) e para beber uma receitinha que é sempre solicitada pelos os moradores do cafofo (eu?!) para o cliente vip:

Licor de Vodca Caseiro

Sabe aquele licor de uísque famoso? Não? O Baileys?? Refrescou?? Ahh nunca tomou? Então faça (fase pinguça mode on)!
Mas Nana, você colocou vodca…
Bah, porque eu não tenho uísque e o valor da vodca é mais em conta e ajuda a manter a minha conta bancária cheinha hohohoho… vamos à receita:

{Desculpa, já passava das 23hr e é claro que a foto sairia escura…}

Ingredientes para cerca de 500ml de licor

1 lata de leite condensado
1 medida da lata de vodca ou se preferir uísque (para quem gosta do sabor mais suave, coloque 70% de vodca ou uísque da capacidade da lata de leite condensado)
1 colher de café de café solúvel
2 colher de chá de chocolate em pó

Preparação

Bater todos os ingredientes usando o liquidificador durante dois minutos. Agora a senhora pode colocar em uma garrafa e depois na geladeira de um dia para o outro, ou mergulhar uma pedrinha de gelo e beber com moderação.
Que venha 2011 com muita alegria, saúde, paz e dindin (já que em Dezembro eu preciso, quero e vou para Nova York hohoho).

Ps.: Como eu passei o Ano Novo em casa, pude participar de uma festa virtual com as meninas do tuí, a Eliene e a Tali Battistella, obrigada meninas!!! Foi maravilhoso ter vocês virtualmente nessa festa de virada.

As mudanças… Feliz 2011 para vocês!!!

{Foto: pointclickhome}

Eu dei uma férias (sem avisar, desculpa) para o blog e estou colocando a minha vida pessoal em ordem. São pequenas (mentira, grandes) mudanças que mostrarei no ano de 2011, como: pintei o meu microminiminusculopequeno apertamento! (ebaaaaaaaaaaa)
Antes de começar o Manga com Pimenta, eu sentia uma vida vazia, como se nada mais fosse interessante. Para ser sincera, odeio rotina, isso é fato e por isso o meu vazio: odiava a minha profissão, a falta de dinheiro, doença na família, a crise com as amigas e milhões de coisas. Até que um dia eu comecei o curso de gastronomia (apesar de ter ótimas cozinheiras na família, eu não cozinhava tanto assim) para acabar com esse sofrimento (depressão) e ai começou uma nova aventura de vida.
Claro que nesse período eu postei muitos pratos que aprendi no curso…
Quem não se lembra, eu usava o celular para tirar foto, depois eu passei para uma digital que estava com defeito e hoje eu tenho uma máquina fotográfica #ótema que ganhei do papai.
Passei necessidade por causa do dinheiro, tendo que criar e elaborar comidinhas baratas para postar no blog e poder se alimentar. Comecei um novo circulo de amizade (que considero como irmãs), que me ajudaram em situações de pânicos/emergência da minha vida.
Comecei a ter um novo olhar diante outras coisas da vida: comecei a fazer tricô e crochê, às vezes me arriscava na máquina de costura e um dia pensei em viver de craft.
Quando eu menos imaginava, comecei a fazer layouts (que me ajuda demais com o meu orçamento a ter uma vida digna, digníssima) e agradeço a todos os meus clientes que confiaram no meu trabalho.
Criei livros virtuais para ajudar as meninas e os meninos a lidar com essa vida nova “casei (ou fui morar sozinho) e agora não sei o que fazer”.
Agora eu entro de cabeça em decoração… calma, antes eu rascunhava idéias bacanas aqui no blog e esse tempo que estou de “férias”, estou colocando em prática essa mudança. Quando eu mudei para esse apartamento, não gostava nem um pouquinho dele (estou sendo sincera) e hoje eu consigo ter uma nova visão com as pequenas mudanças que realizamos até então… o cafofo está lindo, mas só em 2011 (esperando minhas leitoras voltarem das festas de final de ano) para mostrar para vocês.
Bem, eu não sou uma Julie (já que um tempo atrás me compararam a ela) e nem quero viver a história dela de blogueira. Ainda não tive sucesso e fama, apesar de algumas amigas blogueiras sempre me falarem “Gata tu é famosa”. Aonde?? Alguém me diz??
Eu sou a mesma pessoa que em três anos (putz, três anos!!!) está conseguindo mudar aquela vida chata, sem sal e tempero por algo mais querido por mim. Claro que eu importo com as outras pessoas, mas eu aprendi esse ano que primeiro eu tenho que importar comigo para poder ajudar as pessoas que estão ao meu lado (real e virtualmente).
Ahh (apesar do putz), eu aprendi também que tempo não importa e sim a história que você está construindo para si mesma.
Se eu fosse escrever o nome de todo mundo nessa postagem para agradecer o carinho e amor que recebi durante esses quase três anos de blog, essa postagem não acabaria nunca…
Então, você que está lendo, sinta-se amada por mim, já que em 2010 eu descobri o verdadeiro amor e quero que vocês descubram também.
Aguardem, 2011 o blog estará repleto de boas e novas novidades, que esse novo ano seja um ano repleto de amor, paz, alegria, muito dinheiro e realizações!!!
Espero vocês lá!
Votos cheios de amor e alegria da Naninha e do Cliente Vip.

Ela entrou e se arriscou: Bia do blog Desperate Housewife

Eu conheço a Bia de outras praias virtuais, por causa de uma comunidade do orkut e trocávamos várias figurinhas recheadas de risadas (saudades dessa época, das nossas conversas com a Sil).

Caso a senhora esteja ficando maluca por causa de um ou dois filhos, imaginem ter quatro!!
É quatro filhos, sendo que um já é adolescente e os outros três são pequenos.
Essa é a vida da Bia do blog Desperate Housewife, vale a pena passar por lá e dar gargalhadas com as suas histórias sendo dona de casa, uma esposa dedicada, mãe de quatro homenszinhos e ficando louca com a sua muito agitada.

Embora para a receita que ela me enviou?

“Comentei certa vez no twitter (@BiaFrancisco) que só fazia bolo de caixa porque os bolos de receita sempre solavam na minha mão. Foi quando a Camila (@cseslaf) me mandou uma receita de um bolo ‘infalível’ e de ‘fazer adulto chorar’.
Li a receita e achei meio complicada (pra quem tá acostumada com mistura de bolo-ovos-margarina-leite-mexe bem-forno), mas resolvi fazer assim mesmo.
Surpresa: simples de fazer, diferente, delicioso!!! E olha que sou a preguiça em pessoa…
A receita originalmente veio do site http://thepioneerwoman.com/cooking/2007/06/the_best_chocol/ pra quem quiser olhar na fonte.

Ingredientes:

2 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
¼ colher de chá de sal
4 colheres de sopa BEM cheias de cacau em pó
1 tablete de manteiga (200 grs)
1 xícara de água fervente
½ xícara de buttermilk*
2 ovos batidos
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de baunilha

Preparo:

Forno preaquecido a 180º C.
Misture a farinha, o açúcar e o sal numa tigela e reserve.

Numa panela, derreta a manteiga, adicione o cacau e misture bem. Junte a água fervente, deixe borbulhar por 30 segundos e desligue o fogo.
Despeje a misture sobre os ingredientes secos e misture com uma colher de pau.
Numa tigela em separado, misture o buttermilk, os ovos, a baunilha e o bicarbonato de sódio com um garfo. Despeje na massa e incorpore bem.

Batedeira ou na mão mesmo.

Assar em assadeira retangular (faça o teste do palito pra ver se tá assadinho) e cortar em quadradinhos depois de frio.

*Buttermilk: a receita pede meia xícara? Encha de leite até quase completar a medida, menos um dedinho, digamos. Complete até dar meia com vinagre branco ou suco de limão. Em cinco minutos, voilá, buttermilk. Deixa os bolos úmidos e fofos.

No link há a cobertura, mas fiz sem pra ver qual era a do bolo.

Pronto. Morram de prazer gustativo comigo.

(Adaptado do texto que Camila me mandou).”

Bia, sabe que eu ainda não tive coragem de fazer buttermilk??
Lá fora se encontra fácil e aqui “nadaaaaaaaaaa”, acho isso uma injustiça com as cozinheiras brasileiras de plantão!!
Mas eu já li e escutei que o buttermilk faz milagres na cozinha, faz sim.
Obrigada flor por participar do quadro do Manga com Pimenta, Ela entrou e se arriscou!

A história de uma costelinha de porco lá de casa…

Olá, já percebi que muitas pessoas estão viajando, curtindo as festas de finais de ano, por isso, decidi colocar algumas postagens do antigo blog e deixar as outras novas para o ano que vem. Estilo retrospectiva 2010 do blog Manga com Pimenta. Ainda não tive tempo (estou fazendo layout e mudando radicalmente o cafofo) para desejar a todos um feliz Natal e um Ano Novo cheio de luz, já desejo aqui e vou ver se arrumo para visita-los.
Não fiquem com raiva de mim :)
Segue uma receita do antigo blog, vamos lá:

A maioria deve conhecer o blog Arte na Cozinha, da nossa querida e fofa amiga Flávia. Hoje a receita é baseada na dela… na verdade eu queria fazer igual a receita dela, mas a vida complica (na verdade o mercado) e não achei o principal tempero: lemmon & pepper.
Fiz a minha versão, totalmente diferente e nem por isso ficou ruim, ficou bom sim (apesar de eu ter comido sozinha, já que não é um prato que o cliente vip ame).

Costelinhas de Porco

Costelinhas de Porco

Eu comprei uma bandejinha de costelinhas de porco no mercado, confesso que não estavam tão bonitos como da Flávinha, mas eu quero o que?
Devo ter pegado as costelinhas de um porco anoréxico, sem carne e velho pelo tamanho dos seus ossos (cada dia me dá mais raiva dos mercados, os produtos bons e bonitos = super caro, os feios e sem glamour = os baratinhos, porém nem tanto… papo de dona de casa que precisa ficar ligada na conta bancária).
Temperei com o suco de dois limões, pimenta do reino (ao seu gosto) e deixei marinando durante uma hora (o ideal é deixar sempre mais tempo, nota mental).
Peguei uma travessa, fiz uma caminha de sal grosso (nessa receita realmente não vai sal, já que temos o sal grosso “fazendo a cama” e quem quiser menos trabalho, antes de fazer a cama de sal grosso, forre com papel alumínio para não ter problema na limpeza, apesar que o sal grosso quando esfria sai, fácil da travessa de vidro) e coloquei as costelinhas anoréxicas do porco, reguei um pouco do caldo de limão, no forno já quente coloquei a minha travessa.
Espera meia hora, pegue a travessa, vire a carne, regue mais um pouco com o limão e novamente forno até dourarem.
Pronto, está pronto as minhas costelinhas de porco “desejo de blogueira que não consegue achar os ingredientes e inventa moda”.

Se você gostou dessa Receita Costelinhas de Porco, compartilhe nas suas mídias sociais e aos seus amigos.
Não esqueça, de seguir o blog Manga com Pimenta nas Mídias Sociais.
Quem fez essa receita, marca no instagram com a hashtag #blogmangacompimenta e me marcar @blogmangacompimenta, que vou adorar saber do resultado :)

Não esqueça de participar da Comunidade do Manga com Pimenta do Google Plus. Clique aqui para participar! Vamos trocar receitas, dicas, postagens e prosear um pouco.

Também siga o meu perfil no Google Plus: +NanaRicchetti e confira as ultimas novidades por lá.

O segredo é: Carne moída com Cheddar

Tem dias, que só sobra um pouquinho de coisas dentro da geladeira ou nem temos vontade de fazer um prato mega elaborado para um almoço simples durante a semana.
Esse prato não tem nada demais, porém, um ingrediente que transformou a carne moída refogada em algo “magnifique”.

Carne moída com Cheddar

Carne moída com Cheddar

Pegue cebola e alho pique bem fininho (tempere baseado na quantidade exata da carne, aqui em casa, usamos 200 gramas de carne moída, meia cebola e um dente de alho), coloque na sua frigideira um fio de óleo, refogue os temperos e depois, adicione a carne moída para refogar e fritar, sal e pimenta do reino (para quem gosta). No final, desligue o fogo e adicione o queijo cheddar cremoso (usei duas colheres), a salsa e eu fiz uma graça, coloquei alguns tomates uvas ((Sweet Grape) que eu amo.

Esse prato é bom, barato e dá fazer uma graça na hora de alimentar toda família! Você pode servir com uma saladinha, arroz e batatas fritas. Uma maneira bacana de trocar o velho hamburger por uma comidinha mais saudável.

Se você gostou dessa Receita Chutney de Cebola, compartilhe nas suas mídias sociais e aos seus amigos.
Não esqueça, de seguir o blog Manga com Pimenta nas Mídias Sociais.
Quem fez essa receita, marca no instagram com a hashtag #blogmangacompimenta e me marcar @blogmangacompimenta, que vou adorar saber do resultado :)

Não esqueça de participar da Comunidade do Manga com Pimenta do Google Plus. Clique aqui para participar! Vamos trocar receitas, dicas, postagens e prosear um pouco.

Também siga o meu perfil no Google Plus: +NanaRicchetti e confira as ultimas novidades por lá.