Arquivo da categoria: Papo de Menina

Meus primeiros dias sendo Mãe - Feliz Dia das Mães

Meus primeiros dias sendo Mãe – Feliz Dia das Mães

Esse é o meu primeiro Dia das Mães com o meu pequeno e por esse motivo, decidi falar sobre essa grande experiência e mudança que esta acontecendo na minha vida:

 

Meus primeiros dias sendo Mãe – Feliz Dia das Mães

Meus primeiros dias sendo Mãe - Feliz Dia das Mães

 

Se você é mãe de primeira viagem, esqueça tudo que imaginou com a chegada do bebê.

Aquele sentimento romântico de quando nos tornamos mãe, estilo conto de fadas, não existe; A realidade é outra minha amiga ou amigo, mas isso não quer dizer que tudo isso não é lindo e mágico.

Começando pelo parto, eu já tinha idealizado um parto natural na minha cabeça e no dia do nascimento, uma médica transformou o meu momento em parto cesárea.

No nascimento, esperava segurar o meu filho, cheirar e encher de beijinhos… queria sentir aquele sentimento de “amor à primeira vista”, mas não consegui ver o rosto dele direito nas 6 primeiras horas :(

Na hora do parto o meu filho ficou uma hora deitado no peito, mas com a carinha virada para os meus seios, e com a anestesia, acessos e aparelhos ligados aos meus braços, a única coisa que conseguia era falar: “oi meu passarinho, meu filho, bem-vindo”…  Foi necessário o Cliente Vip tirar uma foto para ver o rostinho dele.

Falando em seios, quem foi a alma que decidiu ilustrar as propagandas de aleitamento materno como fosse a coisa mais linda do mundo?

A cada hora que precisava amamentar, era um momento repleto de dor, gritos e choro. Claro, as enfermeiras falando “deve ser a pega, é isso, é aquilo…” até descobrirem que ele mordia e ainda morde todo começo de mamada.

Também estranhei um pouco meu filho nos primeiros dias, tentando encontrar algo que lembrasse eu ou minha família quando bebê;

Juro, precisa fazer um teste de DNA em mim, o guri é a cara do pai. :)

Não preciso dizer as horas de sonos picadas e perdidas, não é? E a falta de tempo, banhos rápidos, cabelo sem pentear ou pintar, cara limpa e etc ?

Mas espera aí, não teve momentos bons?

Sim, a cada minuto criamos mais vinculo e amor.

Descobri que sou uma mãe que as vezes perde a paciência (com pitacos dos outros, principalmente), mas que tenho toda a paciência do mundo para o meu bebê.

Fico feliz com cada mamada, mesmo sofrendo com cada sugada. Principalmente quando sabemos que o bebê está engordando e crescendo com o alimento que estou proporcionando para ele.

Outro momento mágico é que a cada choro, é o meu cheiro que acalma o meu pequeno…

Eu adoro quando ele adormece nos meus braços, pega os meus dedos e adora escutar as canções de ninar.

Ser mãe não é nada daquilo que um dia eu pintei na minha cabeça, é algo totalmente diferente, é um amor que não é nem um pouco parecido com o amor à primeira vista, é um amor maduro, cheio de ternura e cuidado, não tem explicação…

A maternidade doí no corpo e na alma, mas traz suas recompensas, aquele sorriso maroto mostrando o quanto é feliz!!

Eu sei, que tem muita coisa vindo por aí, muitas alegrias, algumas tristezas, batalhas para serem vencidas e perdidas. Sei também que vivi bastante com esse um mês e pouco sendo mãe e não troco por nada, já que o meu filho é tudo para mim.

Feliz Dia das Mães, hoje e sempre. Obrigada por tudo, principalmente por  acompanhar essa nova fase das nossas vidas.

Beijos da Naninha, Cliente Vip, Otto e lambidas da Aimê (minha filha amada canina).

 

Gostou dessa postagem de Meus primeiros dias sendo Mãe – Feliz Dia das Mães? Compartilhe nas suas mídias sociais.
Não esqueça de seguir o Manga com Pimenta nas Redes Sociais.

Não esqueça de participar da Comunidade do Manga com Pimenta do Google+.  Clique aqui ! Vamos trocar receitas, dicas, postagens e até prosear um pouco.

Também siga o meu perfil no Pinterest e no instagram @blogmangacompimenta .

Ah, inscreva-se no Youtube – clique aqui, toda segunda-feira tem episódio novo :)

Save

O porque do meu sumiço: meu guri nasceu ♥

O porque do meu sumiço: o nascimento do meu filho ♥

Sumi essas duas semanas e foi por um bom motivo: o nascimento do meu filho!  Hoje contarei um pouquinho do que aconteceu na semana passada, vamos lá?!

 

O porque do meu sumiço: o nascimento do meu filho ♥

O porque do meu sumiço: o nascimento do meu filho

 

Já tinha comentado no diário de gravidez que sofria de diabetes gestacional e por esse motivo, dia 3 de abril, fui encaminhada para induzir o parto.

Chegamos bem cedinho, fiz todos os procedimentos e logo, encaminharam para sala de pré parto.

Tomei um banho quente para aumentar a dilatação, que naquele momento só estava com 2 cm e logo em seguida, fui examinada e decidiram inserir um comprimido para começar as contrações.

A médica responsável por esse processo, acabou exagerando um pouco na força, e assim, estourando a minha bolsa. Como não existia dilatação, os médicos decidiram realizar uma cesárea. Já que esperar o parto acontecer, poderia demorar e o bebê entrar em sofrimento fetal.

A operação foi maravilhosa, depois que tomei a anestesia não senti nada e o Papai Vip não saiu nenhum momento do meu lado.

Bem, não preciso dizer que choramos demais com o nascimento e até hoje, olhamos para o pequeno, cai uma lagrima aqui e acolá.

Resumindo, o Otto nasceu no dia 3 de Abril de 2017 de parto cesárea, pesando mais de 3 quilos e medindo 47 cm.

A recuperação foi bem dolorida na primeira semana e agora na segunda semana, a atenção está totalmente focada para o nosso bebê que mama a cada duas ou três horas.

A amamentação não é nada fácil, mas estou conseguindo e ele mama muito bem, obrigada :D

Essa semana estou retornando às atividades aqui no blog, com mais calma, não sei se será diária ou não…

Também quero fazer uma postagem mais detalhada sobre meus sentimentos referente ao parto, recuperação e amamentação.

Então, peço um pouco de paciência que logo logo estaremos retornando a nossa rotina normal. Abraços :D

 

Gostou dessa postagem de O porque do meu sumiço: o nascimento do meu filho? Compartilhe nas suas mídias sociais.
Não esqueça de seguir o Manga com Pimenta nas Redes Sociais.

Não esqueça de participar da Comunidade do Manga com Pimenta do Google+.  Clique aqui ! Vamos trocar receitas, dicas, postagens e até prosear um pouco.

Também siga o meu perfil no Pinterest e no instagram @blogmangacompimenta .

Ah, inscreva-se no Youtube – clique aqui, toda segunda-feira tem episódio novo :)

Save

Diário de Gravidez: Segundo e Terceiro Trimestre

Estamos de volta com o Diário de Gravidez, desta vez para falar sobre o segundo e terceiro trimestre!

 

Diário de Gravidez: Segundo e Terceiro Trimestre

 

 

Diário de Gravidez: Segundo Trimestre e cadê os sintomas?

 

Serei bem sincera, o segundo trimestre não tem muito o que contar, todos os sintomas somem, não tinha barriga, não engordei e estava bem disposta para atividades físicas.

Sempre com um sorriso lindo no rosto e feliz da vida, explico mais adiante.

O que aconteceu nesta fase de tão importante?

 

 

 

Os primeiros chutes

 

 

No dia 25 de novembro, senti os primeiros chutes fortes do meu bebê ♥

Lembro que estava com 21 semanas e reclamava com a minha médica que não sentia muita movimentação na barriga.

Apesar do diabete gestacional, ela pediu para comer um quadradinho de chocolate amargo depois do almoço e deitar, passando a mão na barriga.

No primeiro dia não aconteceu nada e no segundo dia, o Otto chutou tão forte que eu dei até um pulo.

Chamei o Papai Vip para sentir e a partir desse dia, todos os dias são duas mãos na barriga, a minha e do marido.

 

 

A descoberta do sexo

 

Diário de Gravidez: Segundo e Terceiro Trimestre

 

Demorou um pouco para fazermos a segunda eco do bebê, só consegui agenda pro dia 19 de dezembro, com 24 semanas de gestação.

Esse exame é chamado de ecografia morfológico do segundo trimestre e é um dos principais, aonde o médico vê toda a formação do bebê, confere se o coração tem as quatros câmaras, a posição da placenta, os 3 vasos sanguíneos no cordão umbilical, o fluxo sanguíneo nas artérias uterinas e a quantidade de líquido amniótico.

Também é neste exame que o médico dá certeza sobre o sexo do bebê.

Começou o exame, aparelho para cá, para lá e a médica fazendo cara de interrogação. Adivinha?

O pequeno estava dificultando o exame, dando trabalho danado para a médica.

Ela pediu para mudar de posição, até que ele colaborou um pouco e alguns minutos depois ela soltou “olha o seu meninão”.

Nessa hora eu e o Papai Vip nos olhamos e logo a enfermeira falou “ah eles não sabiam o sexo…”.

A médica continuou, “Então, é um menino! Vamos ver o piu-piu, e não é que o safadinho esta fazendo xixi, mostrando bem os seus “documentos” para termos certeza!”

Nessa hora eu chorei, baixinho, sem fazer escândalo, enquanto o Papai Vip acompanhava o restante do exame se segurando para não pular de alegria ou gritar de felicidade pelo hospital.

Saímos de lá ainda bobos!

O Papai Vip só falava “é um menino! É o nosso Otto, vou ser pai de um menino!”.

Chegamos em casa e já saímos contando para todo mundo, foi uma felicidade geral, já que eu e o Papai Vip sempre imaginávamos que seriamos pais de um garotão.

 

A chegada do terceiro trimestre

 

Quando entrei no terceiro trimestre ganhei dois quilos e meio em duas semanas!

Desde o começo, o endocrinologista tinha me proibido de engordar, mas vamos combinar, é quase impossível!

Estava bem feliz por começar a engordar no último trimestre, já que via meninas comentarem que estavam com 10 a 15 quilos a mais na mesma fase que eu.

Hoje com 34 semanas, estou com quatro quilos e meio a mais. E ainda posso ganhar 500 gramas a cada semana, até o final da gravidez. Afinal, esse é o momento importante para o bebê, ganhar peso antes de nascer.

 

 

Sintomas do terceiro trimestre

 

Quero falar do calor, não é um sintoma, mas se você puder começar uma gravidez no verão é o melhor conselho que posso te dar.

O teu corpo estará mais quente que o normal e no calor, é de matar qualquer um!

Vivo tomando banho para ver se refresca; as vezes  fico com pés e mãos inchados, também por causa do calor, já que os exames de pressão estão normais.

Outro sintoma que vai e volta é o sono… porque?

Porque não durmo mais direito, a cada uma hora vou ao banheiro para fazer xixi.

Já até pensei em montar um mini QG para trabalhar e dormir por lá. kkk

Ainda bem que consigo dormir fácil, rapidamente e não tenho insônia.

O corpo doí e como dói, mas é tudo suportável!!

Parece que a bacia está sendo repartida ao meio e começo a andar que nem uma pata choca.

Falando em dormir, até um tempo atrás conseguia dormir de barriga para baixo, coisa impossível no terceiro trimestre, estou sempre deitada de lado ou de barriga para cima.

Nem preciso comentar que sinto o bebê se mexendo cada vez mais, agora até dormindo consigo sentir.

Essas mexidas são a melhor parte da gravidez, estamos curtindo cada momento, deixará saudades.

 

A eco de fevereiro

 

A última eco foi com 31 semanas, de rotina, para conferir o desenvolvimento do Otto e se está tudo ok conosco.

Nesse exame eu tive a confirmação se o diabete atingiu ou não o meu menino.

Ele estava com 2kg,  42cm de comprimento, provavelmente hoje passado as 34 semanas, ele esteja com 3 kg e cerca de 46cm.

Mas o que o médico falou?

Que está tudo perfeito, que o Otto está um pouco gordinho e que o diabetes gestacional não afetou o seu desenvolvimento.

Tivemos também a confirmação que, por enquanto o parto deverá ser normal;

Nosso pequeno já está de cabeça para baixo, só esperando chegar a hora de nascer.

 

 

 Plano de parto, montar o berço, lavar o enxoval entre outras coisas…

Diário de Gravidez: Segundo e Terceiro Trimestre

 

No fim do terceiro trimestre, começamos a montar o plano de parto;

Não vou focar muito nisso, afinal, tudo pode mudar, sempre existe o risco de entrar na faca e ser parto cesárea.

Claro, prefiro que seja parto normal com anestesia, mas será pelo SUS e fui informada que dependerá muito do médico de plantão.

 

A mala maternidade já está pronta, mas não dá para adivinhar se vai esfriar agora no final de março ou se continuará esse calor infernal. Acabei colocando roupa de frio com algumas peças de roupas mais leve para o bebê.

 

O berço compramos com 18 semanas de gravidez e vamos montar esse final de semana, deixando tudo prontinho para a chegada do Otto.

Aproveitamos também para lavar, passar e organizar todo enxoval.

Por enquanto é isso, no próximo post trarei mais detalhes sobre enxoval, plano de parto e outras coisas.

Até lá.

 

Gostou dessa postagem de Diário de Gravidez: Segundo e Terceiro Trimestre? Compartilhe nas suas mídias sociais.
Não esqueça de seguir o Manga com Pimenta nas Redes Sociais.

Não esqueça de participar da Comunidade do Manga com Pimenta do Google+.  Clique aqui ! Vamos trocar receitas, dicas, postagens e até prosear um pouco.

Também siga o meu perfil no Pinterest e no instagram @blogmangacompimenta .

Ah, inscreva-se no Youtube – clique aqui, toda segunda-feira tem episódio novo :)

Fotografia com o Registro mês a mês do bebê {Baby Idéia}

Registro mês a mês do bebê {Baby Idéia}

Que tal fazer um registro mês a mês do bebê?

Confesso, não fiz registro mensal do crescimento da minha barriga, já que só começou a aparecer agora no final da gravidez.

Chegamos até a fotografar, para mostrar ao nosso filho quando estiver maior, mesmo assim, não parece muito que estou grávida.

E por esse motivo, faremos um registro do primeiro ano do bebê, começando com uma foto da barriga no último mês (antes de nascer) até o seu primeiro aniversário.

 

Vamos nos inspirar?

 

 

Fotografia com o Registro mês a mês do bebê {Baby Idéia}

Fotografia com o Registro mês a mês do bebê {Baby Idéia}

{Imagem do site At Home With Ashley}

 

 

O meu desejo é fazer algo caseiro e sem muita firulinhas!

Porém, o Papai Vip é fotógrafo e acredito que não ficará muito simples esse ensaio, vai ter glamour sim :D

A idéia é do site  At Home With Ashley, clique aqui para ver.

 

 

 

Fotografia com o Registro mês a mês do bebê {Baby Idéia}

{Imagem do site Life With my Littles}

 

 

Esse é que eu mais amei e está na lista “eu vou fazer e nem quero saber Papai Vip!!”

Simples e lindo, assim, o Otto vai ter um registro de cada momento até o seu primeiro ano :D

Idéia é do site Life With my Littles, clique aqui para ver.

 

 

 

Fotografia com o Registro mês a mês do bebê {Baby Idéia}

{Imagem do site Foto Dicas Brasil}

 

Esse é muito fofo, mas achei muito elaborado, se for fazer algo desse tipo, já teríamos que começar a planejar agora!

Afinal é necessário comprar as roupinhas e preparar as plaquinhas.

Mas que é lindo, é!!

Idéia do site Foto Dicas Brasil, clique aqui para ver.

 

E aí, gostaram?

Quem tiver alguma idéia, deixe no comentário, vou amar ;)

 

 

Gostou dessa postagem de Fotografia com o Registro mês a mês do bebê {Baby Idéia} Compartilhe nas suas mídias sociais.
Não esqueça de seguir o Manga com Pimenta nas Redes Sociais.

Não esqueça de participar da Comunidade do Manga com Pimenta do Google+.  Clique aqui ! Vamos trocar receitas, dicas, postagens e até prosear um pouco.

Também siga o meu perfil no Pinterest e no instagram @blogmangacompimenta .

Ah, inscreva-se no Youtube – clique aqui, toda segunda-feira tem episódio novo :)

Diário de Gravidez: Pré Natal e o Anúncio para família

Diário de Gravidez: Pré Natal e o Anúncio para família

Querido Diário de Gravidez, até queria ter feito um vídeo para colocar lá no nosso canal Manga com Pimenta… mas estamos sem tempo e com a chegada do bebê tão próxima, conseguir respirar é uma grande vitória :D

Porém, não vou deixar de relatar por aqui o que aconteceu e prometo, quando conseguirmos gravar faço outro post. Combinado?

 

Diário de Gravidez: Pré Natal, Primeiro Trimestre e o Anúncio para família

Diário de Gravidez: Pré Natal e o Anúncio para família

 

Comecei o Pré Natal bem cedo, fazendo vários exames, entre eles de sangue e urina a pedido da minha médica; Para vocês terem idéia, deu uns 2 tubinhos só de sangue neste dia.

Por causa do meu histórico de aborto, a médica recomendou repouso e pediu para guardarmos segredo até as 20 semanas de gravidez.

Todos os exames deram ok, exceto o de glicose e por conta disso, foi pedido para cortar alguns alimentos e repetiríamos o exame no próximo mês.

 

O susto!!

 

Na 7 semana de gravidez, tive um leve sangramento. Parei tudo que estava fazendo e corri para a emergência do hospital.

Fui examinada e fiz o primeiro ultra-som, que constatou que o saco gestacional estava bem implantado. Mas não foi visto o feto, por ser muito cedo, portanto pequeno.

Recebi a guia para retornar dali duas semanas e ver se a gravidez evoluiu. Neste período mantive o repouso até parar o sangramento.

Como não foi identificado o motivo desse sangramento, o médico achou melhor começar o pré-natal de risco com a equipe do hospital, devido a minha glicose elevada.

Voltei para casa, o sangramento parou naquele mesmo dia e fiquei a semana seguinte de repouso.

 

O susto – Parte II

 

No fim de semana após, o sangramento voltou e lá foi a Naninha para emergência do hospital de novo.

Fiz um novo beta hcg para ver a evolução da gravidez e retornei horas depois para falar com um médico, conforme me indicaram.

Desta vez, fui atendida por outro médico, que foi super seco e direto, sem amor nenhum no coração!

Deixou bem claro que todo sangramento é considerado ameaça de aborto, apesar do resultado do beta hcg estar alto e evoluindo bem.

Ele então falou que eu deveria voltar para casa, pois ele não poderia fazer nada e que a natureza iria resolver a situação; Caso o sangramento aumentasse, era para voltar ao hospital e fazer uma curetagem.

Não preciso dizer que cheguei em casa e desabei, mas mantive repouso. Ainda assim, a cada 3 dias acontecia um novo pequeno sangramento.

Foi então que a médica do posto de saúde, depois de 3 dias, pediu um novo beta hcg para ver a evolução da gravidez e nenhuma novidade, o beta hcg estava dobrando, conforme esperado.

Depois disso, ainda repeti mais alguns exames de beta hcg e o resultado sempre estava dobrando; Um alívio para nós!

 

O susto III – Capitulo Final!!

 

Na nona semana de gravidez, de novo o sangramento apareceu, desta vez mais forte que as outras.

Lá fui eu, com o coração na mão para hospital, cheia de medo de pegar aquele médico “sem alma”, do último atendimento.

Mas não ia deixar esse medo atrapalhar a minha gravidez, mesmo o médico dizendo que não pode fazer nada!!

Felizmente fui atendida por outro médico, que logo me acalmou, brincou um pouco e me encaminhou para a segunda ecografia.

Momento lindo: vi o meu bebê e escutei o seu coração, batendo “a milhão”!

Eis que o médico solta: “é uma pena ser apenas um bebê, seria muito mais legal se fosse gêmeos!”.

Ok, mas e o resultado do exame?

Não foi identificado nada de errado, a placenta no lugar, sem deslocamento e o bebê se desenvolvendo muito bem.

Ele explicou que é muito comum no início da gravidez, alguma veia do colo do útero se romper e que pode ter sido esse o caso; E como o bebê estava evoluindo super bem, não era necessário remédio.

Agora eu tinha que fazer repouso total: sem subir ou descer escadas, sem caminhar, sem qualquer tipo de esforços.

Tive que ficar deitada ou sentada o tempo todo, até as 16 semanas de gravidez.

Mesmo esse problema não estando diretamente ligado ao bebê, poderia fazer o meu útero ter contrações. E aí já viu, né?

O sangramento continuou em menor quantidade e só parou uma semana depois.

 

 

Primeiro Pré Natal no Hospital

 

Na 11° semana, tive minha primeira consulta de pré-natal de alto risco.

E o que foi feito?

A princípio exame de toque, para ver se o colo estava fechado (por causa do sangramento) e se não tinha pus; Também foi medido a altura uterina.

Ainda não era o momento de escutar o coração do bebê por ser muito pequeno e o médico não queria deixar os papais ansiosos.

Explicou também todos os detalhes e até o meu sangramento no início da gravidez; Passou a guia para começar o tratamento do diabetes com a nutricionista e o endocrinologista.

Da nutricionista, recebi uma dieta, já o endócrino, faço acompanhamento a cada 15 dias.

Semanalmente faço exame de glicose, aquele de furar o dedo e uma vez por mês coleto sangue para medir o nível de glicose no meu organismo.

Até o momento, tudo controlado :D

 

 

A primeira eco com o papai

Diário de Gravidez: Pré Natal e o Anúncio para família

{Fazendo muita bagunça na barriga da mamãe}

 

Na 13° semana fizemos a Translucência Nucal, que é uma medida tirada no ultrassom morfológico do primeiro trimestre, um exame de rotina.

Seu principal objetivo é ajudar a detectar o risco de síndrome de Down e outras anomalias cromossômicas, além de problemas cardíacos.

Dessa vez, com o Papai Vip acompanhando tudo.

O bebê estava ótimo, com o coração batendo a 156 batidas por minutos, foi constatado a presença do osso nasal e o médico falou todo animado: “o bebê está perfeito e se desenvolvendo, tudo dentro das medidas esperadas”.

Naquela hora sentimos um alívio, por saber que estava tudo bem e que não corria risco.

Infelizmente, não pudemos filmar, pois o hospital não permitia (não sei se é regra do SUS ou do hospital… alguém sabe?), mas a cena foi: papai e mamãe babões, vendo o bebê que não parou um minuto, dando um trabalho danado para o médico realizar o exame.

Foi então que a ficha caiu, na minha barriga está um bebê brincalhão e se desenvolvendo super bem.

Aproveitamos e perguntamos para o médico se ele tinha algum palpita sobre o sexo, menino ou menina?

Ele não arriscou, falando que na próxima eco nós descobriríamos.

 

 

Sintomas do Primeiro Trimestre

 

No começo quase nenhum, só vontade de fazer xixi e dores nos seios, que eu não podia encostar neles.

Na oitava semana começou o sono excessivo e a rinite gestacional, que parou mais ou menos no final do segundo trimestre.

Porém, não me livrei totalmente dela, é só mudar o clima para ela aparecer e eu responder: “oi, tuto pem?”

Já com doze semanas tive enjoo e chamei o “raul” três vezes andando de carro, parou na semana seguinte.

Não tive desejos, apenas algumas vontades de comer abacaxi, limão e morango.

Parou a queda de cabelo completamente, não fiquei inchada, não tive espinhas, minha pressão se manteve normal e mantive o meu peso.

Para quem não sabe, engravidei pesando 100 kg… sim é triste, mas é a realidade.

 

 

Contando para a família

 

Era para ser uma surpresa, mas não deu!!

O primeiro a ficar sabendo foi meu cunhado, o Papai Vip conversava com ele e ao pedir um favor, foi então que ele logo juntou as peças.

Pedimos para não contar para ninguém por enquanto, queríamos fazer uma surpresa e explicamos que era uma gravidez de risco.

Finalmente decidimos contar para nossos pais, queríamos fazer algo bacana por skype; E adivinhem?

Não funcionou!!

Para os meus pais e irmão, contamos por telefone, minha mãe agradeceu demais o presente que esta por vir.

A minha sogra foi pelo facebook, já que ela estava morando no exterior naquela época.

Nossa, ela pirou, ficou muito feliz com a novidade e está toda animada para conhecer o primeiro netinho.

Pedimos para não contarem para ninguém até a vigésima semana, afinal ainda era uma gravidez de risco.

Por esses motivos demoramos para contar aqui para vocês!

 

 

Então, nos perdoem, de coração :)

 

Essa é a história da minha gravidez e o começo de vida do nosso pequeno Otto.

No próximo Diário de Gravidez, contarei sobre o segundo trimestre e o que está acontecendo agora no terceiro trimestre, até lá!!

 

Gostou dessa postagem Diário de Gravidez: Pré Natal e o Anúncio para família? Compartilhe nas mídias sociais e com seus amigos.
Não esqueça de seguir o Manga com Pimenta nas Redes Sociais.

Participe da Comunidade do Manga com Pimenta do Google Plus. Vamos trocar receitas, dicas, postagens e prosear um pouco.

Siga  também meu instagram @blogmangacompimenta e o Pinterest, fique sabendo das ultimas novidades por lá.

Fraldas de Pano: Modernas e Ecológicas... eu escolhi usar!

Fraldas de Pano: Modernas e Ecológicas… Eu Escolhi Usar!

Pronto, já vejo aquela cara “ai credo, fraldas de pano!! Que coisa mais antiquada, é como estivéssemos voltando ao passado…”

Ai eu te falo: as fraldas de pano ficaram modernas minha amiga!!

 

Fraldas de Pano: Modernas e Ecológicas… eu escolhi usar!

Fraldas de Pano: Modernas e Ecológicas... eu escolhi usar!

{Imagem daqui – Fralda Tamanho único, do nascimento até o desfralde}

 

O meu bebê ainda não nasceu, então, teremos várias postagens para falar sobre esse assunto:

  • a chegada das fraldinhas e a preparação para o uso;
  • o uso no bebê;
  • considerações finais.

Se vocês acharem legal, posso até me aprofundar mais sobre esse tema. Deixe um comentário, combinado?

Nessa primeira postagem, contarei o que nos levou a trocar as fraldas descartáveis por de pano!

Mas primeiro, vamos ver como funciona?

 

Fraldas de Pano: Modernas e Ecológicas... eu escolhi usar!

{Imagem daqui – Modelo de Fralda que escolhemos}

 

A nova fralda é composta por uma capa e um ou dois absorventes.

Normalmente existem vários modelos e o escolhido por nós é a pocket, que é um bolso que permite colocar um dos absorvente dentro deste bolso e outro no lado de fora, assim, evitando vazamentos.

 

Fraldas de Pano: Modernas e Ecológicas... eu escolhi usar!

{Imagem daqui – Exemplo do absorvente usado na fralda}

 

Os absorventes são de tecido, menores que as fraldas de pano tradicionais, que pode ser de Microfibra, Fleece, Bambu e Carvão.

Caso o bebê faça só xixi, você só precisa trocar o absorvente.

Agora se o bebê fez o número dois, esqueça, o kit todo deve ser trocado.

O modelo desejado por nós é de tamanho único, ajustável conforme o bebê vai se desenvolvendo através de botões, até o seu desfralde.

Outra notícia boa que essas fraldas causam bem menos alergias e assaduras, já são mais fresquinhas e confortáveis!

 

 

Meio Ambiente

 

Não vou me estender sobre esse assunto, mas é importante falar um pouco sobre ele, afinal é uma caraterística do produto!

Não sei se vocês sabem, mas uma fralda descartável leva mais de 400 anos para se decompor na natureza.

Uma criança usa em média 5 mil fraldas descartáveis até o desfralde, então imaginem o problema!!

Só no Brasil, são depositadas mais de 17 milhões de fraldas descartáveis por dia no meio ambiente; E grande parte delas de forma errada, praias, mar, vegetação, entre outros, prejudicando até a fauna.

“Mas você vai gastar muita água para lavá-las…”

Em muitas cidades no Brasil já existe a prática de tratamento da água e o reuso da mesma, voltando assim limpa para a natureza e a sociedade. Já as fraldas descartáveis não, sendo que na sua fabricação é utilizado recursos como árvores, petróleo, água e produtos químicos.

Não vou mentir, este não é o principal motivo que levou a nossa escolha por este produto, mas nos importamos também com isso.

 

 

Sobre os gastos… economia ou não?

 

A principal razão é a economia no nosso bolso, possibilitando fazer até uma poupança para o nosso bebê.

Vocês sabiam que em um ano o bebê usa mais de 3000 fraldas descartável?

Uma conta rápida: se cada fralda custar 1 real (geralmente custa 80 centavos nas promoções), o total é de 3 mil reais por ano.

“Ah, mas a economia não é tanto assim, você vai gastar com água e energia lavando as fraldas de pano…”

Não, por incrível que pareça, o custo será de 1.600 reais com as fraldas, mais 1.500 reais (água, energia e sabão) lavando-as durante 3 anos, até o desfralde.

Por esses motivos, decidimos usar esse tipo de fraldas, economia, são charmosas, não agride a natureza e nem o bumbum do nosso filho.

 

Lavando as Fraldas de Pano Modernas

 

Esqueça aquela cena clássica,  varal cheio e fraldas por todos os lados, temidas pelas mamães de antigamente, não existe mais. Essas são modernas, se lembra?

Você ainda terá fraldas no varal, claro, em menor quantidade.

Para lavá-las, o primeiro passo é jogar os resíduos no vaso sanitário.

Então, remova o absorvente do bolso da capa e coloque em um balde, não é necessário deixar de molho.

Ao final do dia, lave-as na maquina de lavar.

Não é necessário colocar muito sabão, no máximo 1 colher de sopa rasa e a água deve ser fria.

Agora, o trabalho todo fica com a sua melhor amiga, que vai mexer para lá e para cá, lavando as fraldinhas do bebê.

Detalhe importante: não esfregue as fraldas e nem use sabão em barra, amaciante ou alvejantes.

Para secar basta pendurar em um varal que seca rapidinho.

A fraldinha ficou manchada?

Deixe no sol por cerca de meia hora após a lavagem, para retirar as manchas, Isso não é regra para todas, confira com o fabricante da fralda que você escolheu.

Depois de secas, retire-as e e guarde. Não devem ser passadas a ferro,  para não danificar o tecido.

 

 

Quantidade recomendada de fraldas e valores

 

Em um enxoval básico é recomendado 20 fraldas, sendo 16 diurnas e 4 noturnas.

Nós decidimos usar 24 a 26 fraldas, sendo 20 diurnas e o restante noturnas. Assim, ficamos mais tranquilos.

Por isso, convido vocês a participarem do nosso chá de fralda virtual, clique aqui!!

 

 

Escola, passeios e as Fraldas de Pano

 

Muita gente ainda não conhece esse tipo de fraldas e isso, pode causar uma certa resistência, mas fique tranquila você pode usá-las em qualquer lugar, sem medo de ser feliz!

Em algumas escolas e creches, ainda é comum recusarem ou “torcerem o nariz” quando ao uso dessas fraldas.

Porém, é um direito seu de escolher as fraldas que o seu filho vai usar e caso seja necessário, peça um atestado ao seu médico indicando o uso e claro, explique como funcionam.

Quem sabe, você não convence uma mamãe a usar esse tipo de fralda :D

Mas e quanto a higiene?

É super fácil, leve um saquinho impermeável com zíper para guardar as fraldas usadas e quando chegar em casa, coloque-as para lavar seguindo o primeiro passo que falei lá em cima sobre a lavagem.

Uma dica importante: sempre tenha pelo menos uma ou duas fraldas extras na bolsa, junto com o saco impermeável, dependendo do tempo que ficará fora da casa, igual a fralda descartável.

Se você gostou dessa postagem Fraldas de Pano: Modernas e Ecológicas… eu escolhi usar!, compartilhe nas suas mídias sociais e aos seus amigos.
Não esqueça, de seguir o blog Manga com Pimenta nas Mídias Sociais. :)

Não esqueça de participar da Comunidade do Manga com Pimenta do Google Plus. Clique aqui para participar! Vamos trocar receitas, dicas, postagens e prosear um pouco.

Também siga o meu perfil no Google Plus: +NanaRicchetti e no instagram @blogmangacompimenta confira as ultimas novidades por lá.

Meu cachorro e o Bebê: processos de adaptação com a chegada de um novo membro na família!

Meu cachorro e o Bebê: processos de adaptação com a chegada de um novo membro na família!

Bem, todos aqui estão carecas de saber que temos uma cachorrinha que parece gente e que amamos demais!!

Ela é nossa companheira em tudo, sempre ao nosso lado e parte os nossos corações quando precisamos deixá-la sozinha em casa, mesmo que seja por meia hora.

Agora com a chegada do Otto, vocês me perguntam: como está sendo a preparação dela para se adaptar ao novo membro?

 

Meu cachorro e o Bebê: processos de adaptação com a chegada de um novo membro na família!

Meu cachorro e o Bebê: processos de adaptação com a chegada de um novo membro na família!

 

Todos os passos foram discutidos e planejados pelo casal, alguns ainda não colocamos em prática.

Logo, essa postagem terá uma parte dois: será que funcionou?

 

O nosso primeiro passo é deixar a Aimê ter contato com tudo que é do bebê!!

Exceto chupetas, mamadeiras e afins.

Ela já subiu no carrinho, faz festa com chegadas das roupinhas, vira e mexe dá uma cheiradinha nos pacotes de fraldas, entre outras coisas.

Esse contato é muito importante para deixá-los mais próximos, fazendo com que ela se senta parte desse momento da família.

Quando o bebê estiver na maternidade, o Papai Vip trará alguns paninhos usados do bebê para a Aimê acostumar com o seu cheirinho.

Ideal é colocar em coisas prazerosas, exemplo: na caminha, junto com os brinquedos, entre outros.

Esse exercício é importante para o cachorro relacionar o cheiro do bebê com coisas boas da vida.

 

Algumas dúvidas que já nos perguntaram:

 

Mas quem ficará com a Aimê quando vocês estiverem na maternidade?

 

 

Ela já esta bem acostumada com nosso grupo de amigos e vizinhos. Já combinamos com alguns desses para cuidar dela neste período.

Assim estará com pessoas que gostam dela e que nós sabemos que estará bem cuidada.

 

 

E na chegada do bebê em casa?

 

 

Isso já foi conversado aqui no cafofo: não estarei segurando o bebê quando chegar em casa, deixando ele com o papai; Assim, estarei disponível para Aimê fazer a sua festinha canina e matar as saudades da mamãe.

Quando ela se acalmar, vamos apresentar os dois “prazer, sou o Otto, seu irmão caçula e vou te amar muito”, sem aquela ansiedade/energia inicial que poderia machucá-lo.

No começo a atenção à ela será mais do Papai Vip, já que a minha atenção estará mais voltada para o pequeno. Mas claro, sempre que der, estaremos juntos, eu, Aimê e Otto.

De vez em quando, deixo o pequeno com o pai e saio com ela para dar uma voltinha no parque :)

 

 

O Otto começou a crescer, e agora?

 

 

Uma primeira coisa que preciso dizer: não somos especialistas em comportamento animal e nem adestradores. Por isso, sempre indicamos procure ajuda de um bom profissional, principalmente para os testes que cito abaixo!!

A adestradora fez alguns testes com a Aimê, para saber qual seria o comportamento dela quando uma criança puxasse o seu rabo, pêlo, orelhinha…

Retirou coisas de sua boca ou mexeu no seu potinho de comida, atitudes esperadas de um nenêm que convive com um animalzinho.

Resultado do teste: não rosnou, não atacou, simplesmente ficou incomodada e se afastou; Ponto positivo!

Isso nos dá a certeza que a convivência entre eles será pacífica.

Isso tudo é porque queremos que eles, Aimê e Otto sejam mais que amigos, sejam irmãos!

Incentivando a aproximação, sob a supervisão minha e/ou do Papai Vip.

Porém, terão que respeitar o espaço um do outro, que é bem importante.

Apesar dela ser muito dócil, não tenho coragem deixá-la totalmente livre, leve e solta nos primeiros contatos. Ela ainda é um cachorrinho e ele um bebê, um dos dois podem se machucar… vai saber, não é?

Também não vou deixar a Aimê dormir junto com o bebê!!!

É lindo o contato dos dois, mas e se ela deitar em cima do rosto dele e sufocá-lo?

Não vamos correr esse risco!!

Novamente, cada um no seu quadrado e quando o Otto tiver idade suficiente, quem sabe, os dois durmam abraçadinhos.

Por enquanto, acredito que seja isso, não tem muito segredo…

Essa convivência de um animalzinho com um bebê é enriquecedor,  podendo até ajudar a reduzir a incidência de alergias, melhoria na coordenação motora, interatividade social e respeito e carinho pelos animais.

 

 

Quando o Otto ficar maior?

 

 

Bem, ai o papo muda.

Ele passará a cuidar dela também, como por exemplo: dar comida, acompanhar nos passeios e quem sabe, não rola um banho bagunça entre os dois?

A Aimê poderá ter ciúmes no começo, mas é certo que aceitará o novo membro como o seu novo melhor amigo. Pois uma coisa que notamos, que ela gosta muito de crianças e é toda cuidadosa no contato; E vamos combinar, não existe amor maior entre uma criança por seu animal de estimação ♥

 

Se você gostou dessa postagem Meu cachorro e o Bebê: processos de adaptação com a chegada de um novo membro na família!, compartilhe nas suas mídias sociais e aos seus amigos.
Não esqueça, de seguir o blog Manga com Pimenta nas Mídias Sociais. :)

Não esqueça de participar da Comunidade do Manga com Pimenta do Google Plus. Clique aqui para participar! Vamos trocar receitas, dicas, postagens e prosear um pouco.

Também siga o meu perfil no Google Plus: +NanaRicchetti e no instagram @blogmangacompimenta confira as ultimas novidades por lá.

Receita de Smoothie de Pêssego com Banana - para refrescar em dias quentes de verão!

Smoothie de Pêssego com Banana

O Smoothie de Pêssego com Banana é uma bebida gelada e bem gostosa para tomar em qualquer hora do dia e da semana. Aqui em casa, gosto de fazer para o meu café da manhã, a única coisa que não adiciono é o açúcar na hora do seu preparo. 

Oi?! Você gosta de uma bebida mais doce?

Então fique a vontade em colocar algumas colheres do açúcar ou mel na hora de preparar o seu Smoothie de Pêssego!

Agora chega de papo e vamos a receita?

 

Receita de Smoothie de Pêssego com Banana – para refrescar em dias quentes de verão!

Receita de Smoothie de Pêssego com Banana - para refrescar em dias quentes de verão!

 

Primeiramente, comece separando os ingredientes: dois pêssegos sem o caroço e cortado em pedaços, de um a duas bananas picadas e congeladas, cento e sessenta gramas de iogurte, duzentos e quarenta ml de leite, três pedras de gelo e caso seja necessário, açúcar a gosto.

Logo em seguida coloque todos os ingredientes em um liqüidificador (ou mixer) e bata até a sua bebida ficar cremosa.

Sirva em seguida, bem geladinho e vamos combinar?

A parte difícil é lavar a louça depois de degustar essa delícia.

 

Uma vez que você sabe como preparar Smoothie Gelado de Pêssego, aproveite para imprimir para não esquecer nenhum ingrediente e levar a receita com você:

Smoothie de Pêssego com Banana

Uma bebida bem geladinha para o Verão
Preparo5 mins
Cozimento0 mins
Prato: Bebidas
Cozinha: Americano, café da manhã, Caseira, Lanches
Keyword: Banana, Bebida, Pêssego, Vitamina
Porções: 2 porções
Calorias: 142kcal
Autor: Nana - Manga com Pimenta

Equipment

  • Liquidificador

Ingredientes

  • 2 unidades de pêssegos  - sem caroço
  • 1 a 2 unidades de bananas em rodelas e congelada
  • 160 gramas de iogurte
  • 240 ml de leite
  • 3 pedras de gelo
  • açúcar a gosto - opcional

Modo de Preparo

  • Em um liqüidificador ou mixer, bata todos os ingredientes até a sua bebida ficar cremosa.
  • Sirva em seguida.

 

Agora, vamos falar dos benefícios do leite?

 

O leite e seus derivados são muito importantes para a formação dos ossos e dentes na infância e adolescência e para a manutenção de ambos durante a vida adulta. Isto ocorre principalmente porque a bebida é rica em cálcio, nutriente essencial para a saúde dos ossos e dentes.

Estudos apontam que a redução do cálcio e da vitamina D no sangue aumentam o risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2. Por isso, o consumo do leite, que é fonte de cálcio, e ainda possui vitamina D, é uma boa forma de prevenir esta doença.

A osteoporose ocorre quando o corpo deixa de formar material ósseo novo suficiente, ou quando muito material dos ossos antigos é reabsorvido pelo corpo – em alguns casos, pode ocorrer as duas coisas.

Se os ossos não estão se renovando como deveriam, ficam cada vez mais fracos e finos, sujeitos a fraturas.” – Informações aqui.

 

Agora, para as leitoras gravidinhas ou para as minhas leitoras quem pensa em engravidar, fiquem sabendo:

 

É recomendado o consumo de leite de vaca na gravidez pois ele é rico em cálcio, um mineral muito importante para o bom crescimento e desenvolvimento do bebê e por isso aconselha-se que durante a gravidez a mulher tome em média de 800 ml a 1 litro de leite de vaca por dia.

Quem não consegue consumir tanto leite assim, pode substituí-lo pelos alimentos ricos em cálcio como o iogurte natural e o queijo, por exemplo, o importante é garantir a ingestão de cerca de 1 grama de cálcio por dia.

Para potencializar a absorção do cálcio pelo organismo deve-se aumentar o consumo de alimentos ricos em vitamina D como sardinha enlatada ou fresca e expôr-se ao sol pelo menos 15 minutos por dia, no período da manhã. – Informações daqui.

 

Café da Manhã

 

Antes de ir embora, espere um pouco, veja mais quatro receitas leves e deliciosas:

 

 

Ou clique aqui e veja todas as receitas de verão já publicadas no Manga com Pimenta.

 

Ps.: os textos informativos sobre os nutrientes e benefícios foram escritos através de pesquisas feitas por mim (autora).

Sobretudo, recomendo procurar uma nutricionista ou médico para seguir uma dieta personalizada para emagrecer ou para tratar de alguma doença relacionada a forma de se alimentar.

Afinal, gostou dessa Receita de Smoothie de Pêssego com Banana? Então compartilhe nas suas mídias sociais.
Além disso, não esqueça de seguir o Manga com Pimenta nas Redes Sociais.
Afinal, você fez essa receita? Marque no instagram com a hashtag #blogmangacompimenta e também marque @blogmangacompimenta, adoramos ver as fotos e resultados :)

Ora, também siga o meu perfil no Pinterest. Ah, inscreva-se no Youtube – clique aqui, toda segunda-feira tem episódio novo :)

 

Receita de Smoothie de Pêssego com Banana - para refrescar em dias quentes de verão!

Smoothie de Pêssego com Banana - Receitinhas para se refrescar no Verão!