Diário de Gravidez: Pré Natal e o Anúncio para família

Diário de Gravidez: Pré Natal e o Anúncio para família

Querido Diário de Gravidez, até queria ter feito um vídeo para colocar lá no nosso canal Manga com Pimenta… mas estamos sem tempo e com a chegada do bebê tão próxima, conseguir respirar é uma grande vitória :D

Porém, não vou deixar de relatar por aqui o que aconteceu e prometo, quando conseguirmos gravar faço outro post. Combinado?

 

Diário de Gravidez: Pré Natal, Primeiro Trimestre e o Anúncio para família

Diário de Gravidez: Pré Natal e o Anúncio para família

 

Comecei o Pré Natal bem cedo, fazendo vários exames, entre eles de sangue e urina a pedido da minha médica; Para vocês terem idéia, deu uns 2 tubinhos só de sangue neste dia.

Por causa do meu histórico de aborto, a médica recomendou repouso e pediu para guardarmos segredo até as 20 semanas de gravidez.

Todos os exames deram ok, exceto o de glicose e por conta disso, foi pedido para cortar alguns alimentos e repetiríamos o exame no próximo mês.

 

O susto!!

 

Na 7 semana de gravidez, tive um leve sangramento. Parei tudo que estava fazendo e corri para a emergência do hospital.

Fui examinada e fiz o primeiro ultra-som, que constatou que o saco gestacional estava bem implantado. Mas não foi visto o feto, por ser muito cedo, portanto pequeno.

Recebi a guia para retornar dali duas semanas e ver se a gravidez evoluiu. Neste período mantive o repouso até parar o sangramento.

Como não foi identificado o motivo desse sangramento, o médico achou melhor começar o pré-natal de risco com a equipe do hospital, devido a minha glicose elevada.

Voltei para casa, o sangramento parou naquele mesmo dia e fiquei a semana seguinte de repouso.

 

O susto – Parte II

 

No fim de semana após, o sangramento voltou e lá foi a Naninha para emergência do hospital de novo.

Fiz um novo beta hcg para ver a evolução da gravidez e retornei horas depois para falar com um médico, conforme me indicaram.

Desta vez, fui atendida por outro médico, que foi super seco e direto, sem amor nenhum no coração!

Deixou bem claro que todo sangramento é considerado ameaça de aborto, apesar do resultado do beta hcg estar alto e evoluindo bem.

Ele então falou que eu deveria voltar para casa, pois ele não poderia fazer nada e que a natureza iria resolver a situação; Caso o sangramento aumentasse, era para voltar ao hospital e fazer uma curetagem.

Não preciso dizer que cheguei em casa e desabei, mas mantive repouso. Ainda assim, a cada 3 dias acontecia um novo pequeno sangramento.

Foi então que a médica do posto de saúde, depois de 3 dias, pediu um novo beta hcg para ver a evolução da gravidez e nenhuma novidade, o beta hcg estava dobrando, conforme esperado.

Depois disso, ainda repeti mais alguns exames de beta hcg e o resultado sempre estava dobrando; Um alívio para nós!

 

O susto III – Capitulo Final!!

 

Na nona semana de gravidez, de novo o sangramento apareceu, desta vez mais forte que as outras.

Lá fui eu, com o coração na mão para hospital, cheia de medo de pegar aquele médico “sem alma”, do último atendimento.

Mas não ia deixar esse medo atrapalhar a minha gravidez, mesmo o médico dizendo que não pode fazer nada!!

Felizmente fui atendida por outro médico, que logo me acalmou, brincou um pouco e me encaminhou para a segunda ecografia.

Momento lindo: vi o meu bebê e escutei o seu coração, batendo “a milhão”!

Eis que o médico solta: “é uma pena ser apenas um bebê, seria muito mais legal se fosse gêmeos!”.

Ok, mas e o resultado do exame?

Não foi identificado nada de errado, a placenta no lugar, sem deslocamento e o bebê se desenvolvendo muito bem.

Ele explicou que é muito comum no início da gravidez, alguma veia do colo do útero se romper e que pode ter sido esse o caso; E como o bebê estava evoluindo super bem, não era necessário remédio.

Agora eu tinha que fazer repouso total: sem subir ou descer escadas, sem caminhar, sem qualquer tipo de esforços.

Tive que ficar deitada ou sentada o tempo todo, até as 16 semanas de gravidez.

Mesmo esse problema não estando diretamente ligado ao bebê, poderia fazer o meu útero ter contrações. E aí já viu, né?

O sangramento continuou em menor quantidade e só parou uma semana depois.

 

 

Primeiro Pré Natal no Hospital

 

Na 11° semana, tive minha primeira consulta de pré-natal de alto risco.

E o que foi feito?

A princípio exame de toque, para ver se o colo estava fechado (por causa do sangramento) e se não tinha pus; Também foi medido a altura uterina.

Ainda não era o momento de escutar o coração do bebê por ser muito pequeno e o médico não queria deixar os papais ansiosos.

Explicou também todos os detalhes e até o meu sangramento no início da gravidez; Passou a guia para começar o tratamento do diabetes com a nutricionista e o endocrinologista.

Da nutricionista, recebi uma dieta, já o endócrino, faço acompanhamento a cada 15 dias.

Semanalmente faço exame de glicose, aquele de furar o dedo e uma vez por mês coleto sangue para medir o nível de glicose no meu organismo.

Até o momento, tudo controlado :D

 

 

A primeira eco com o papai

Diário de Gravidez: Pré Natal e o Anúncio para família

{Fazendo muita bagunça na barriga da mamãe}

 

Na 13° semana fizemos a Translucência Nucal, que é uma medida tirada no ultrassom morfológico do primeiro trimestre, um exame de rotina.

Seu principal objetivo é ajudar a detectar o risco de síndrome de Down e outras anomalias cromossômicas, além de problemas cardíacos.

Dessa vez, com o Papai Vip acompanhando tudo.

O bebê estava ótimo, com o coração batendo a 156 batidas por minutos, foi constatado a presença do osso nasal e o médico falou todo animado: “o bebê está perfeito e se desenvolvendo, tudo dentro das medidas esperadas”.

Naquela hora sentimos um alívio, por saber que estava tudo bem e que não corria risco.

Infelizmente, não pudemos filmar, pois o hospital não permitia (não sei se é regra do SUS ou do hospital… alguém sabe?), mas a cena foi: papai e mamãe babões, vendo o bebê que não parou um minuto, dando um trabalho danado para o médico realizar o exame.

Foi então que a ficha caiu, na minha barriga está um bebê brincalhão e se desenvolvendo super bem.

Aproveitamos e perguntamos para o médico se ele tinha algum palpita sobre o sexo, menino ou menina?

Ele não arriscou, falando que na próxima eco nós descobriríamos.

 

 

Sintomas do Primeiro Trimestre

 

No começo quase nenhum, só vontade de fazer xixi e dores nos seios, que eu não podia encostar neles.

Na oitava semana começou o sono excessivo e a rinite gestacional, que parou mais ou menos no final do segundo trimestre.

Porém, não me livrei totalmente dela, é só mudar o clima para ela aparecer e eu responder: “oi, tuto pem?”

Já com doze semanas tive enjoo e chamei o “raul” três vezes andando de carro, parou na semana seguinte.

Não tive desejos, apenas algumas vontades de comer abacaxi, limão e morango.

Parou a queda de cabelo completamente, não fiquei inchada, não tive espinhas, minha pressão se manteve normal e mantive o meu peso.

Para quem não sabe, engravidei pesando 100 kg… sim é triste, mas é a realidade.

 

 

Contando para a família

 

Era para ser uma surpresa, mas não deu!!

O primeiro a ficar sabendo foi meu cunhado, o Papai Vip conversava com ele e ao pedir um favor, foi então que ele logo juntou as peças.

Pedimos para não contar para ninguém por enquanto, queríamos fazer uma surpresa e explicamos que era uma gravidez de risco.

Finalmente decidimos contar para nossos pais, queríamos fazer algo bacana por skype; E adivinhem?

Não funcionou!!

Para os meus pais e irmão, contamos por telefone, minha mãe agradeceu demais o presente que esta por vir.

A minha sogra foi pelo facebook, já que ela estava morando no exterior naquela época.

Nossa, ela pirou, ficou muito feliz com a novidade e está toda animada para conhecer o primeiro netinho.

Pedimos para não contarem para ninguém até a vigésima semana, afinal ainda era uma gravidez de risco.

Por esses motivos demoramos para contar aqui para vocês!

 

 

Então, nos perdoem, de coração :)

 

Essa é a história da minha gravidez e o começo de vida do nosso pequeno Otto.

No próximo Diário de Gravidez, contarei sobre o segundo trimestre e o que está acontecendo agora no terceiro trimestre, até lá!!

 

Gostou dessa postagem Diário de Gravidez: Pré Natal e o Anúncio para família? Compartilhe nas mídias sociais e com seus amigos.
Não esqueça de seguir o Manga com Pimenta nas Redes Sociais.

Participe da Comunidade do Manga com Pimenta do Google Plus. Vamos trocar receitas, dicas, postagens e prosear um pouco.

Siga  também meu instagram @blogmangacompimenta e o Pinterest, fique sabendo das ultimas novidades por lá.

3 comentários para “Diário de Gravidez: Pré Natal e o Anúncio para família”

  1. Além do mais, você (ou tu) escreve muito bem e já disse isso a você. No meu romance peguei muita coisa que você havia descoberto. Fico contente em ter lido tudo que você escreveu e como foram seus sentimentos. Meus parabéns. a você e ao VIP, pelo excelente desempenho e encaminhamento, dessa situação com a chegada do “gauchito” de nome OTTO (acho que são dois “tês”). Até mais.

  2. Ai, Nana… o primeiro trimestre é tenso, ne? Eu imagino o seu desespero, pq eu tive um pequeno sangramento, tbm na 7 semana, acho e eu chorei, chorei, chorei no banho… Até que li que isso poderia acontecer, sim, nesse período. Mas foi só isso.
    Enfim… Deus abençoa mesmo, ne? Apesar dos sufocos, deu tudo certo!!! Lindeza!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *